O que move o meu olhar

Sou o tipo de pessoa que vê o mundo “preto e branco”, sempre  penso e espero pelo pior.

Um dia uma pessoa querida me disse que a vida é um monte de pontinhos pretos com alguns poucos pontinhos brancos. Os po0ntos pretos são as coisas ruins e os pontos brancos as coisas boas, os bons momentos.

E assim, na minha visão preto e branca onde vejo no máximo o cinza; alguma vez ou outra me deparo com um ponto claro, um ponto luminoso. Esse ponto chama a minha atenção e quando olho mais atentamente vejo o colorido de uma flor e então reparo que ela é da mesma cor do batom que ganhei de presente do homem que me ama…

Vejo os olhos cor de violeta da modelo que está na foto que decora a vitrine da loja do shopping…

Vejo o vermelho, a minha cor preferida, e sinto seu calor e aquele sentimento de gana e desejo que emana dela, sentimento que precisamos para ter coragem de ir atrás do que queremos.

Vendo as cores vejo também as formas e então me pego admirando por exemplo, uma obra de arte feita num velho tranco de uma árvore cortada porque apodreceu e posso ver que pode existir beleza mesmo onde há a destruição.

O que move o meu olhar?

Os pontos brancos da vida, os poucos e raros pontos de luz no meio da escuridão do mundo.

Pontos que podem estar na vitrine da loja do shopping, na capa da revista da banca, no outdoor na rua e até mesmo numa florzinha murcha caída no meio do lixo acumulado no meio fio da calçada.

Move meu olhar os pontos de luz que mostram que a vida apesar de tantas coisas feias e ruins é bela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s