VIRADA DOS TRINTA

Nenhum sábio jamais desejou ser mais jovem.”

Jonathan Swift

Me deparei na banca de jornal com a revista BOA FORMA onde na capa estava escrito o seguinte: “ALINNE MORAES: LINDA NA VIRADA DOS 30. APRENDA COM ELA.” Ah!Esse terror que a sociedade impõe nas mulheres sobre a chegada dos trinta anos, que coisa chata!

Parece que a mulher vai dormir com vinte nove e quando acordar,no dia de seu aniversário, na manhã seguinte, vai se olhar no espelho e ver o rosto com rugas e os primeiros fios de cabelos brancos, um absurdo! Tem muita gente que ganha as primeiras rugas e os primeiros fios brancos somente aos quarenta.

Acho Alinne Moraes uma boa atriz e uma mulher linda (uma das mais belas da televisão),mas com todo o respeito, no ensaio ensaio fotográfico da revista ela exibe um semblante maduro, parece ter mais de trinta anos e não menos.

Outra atriz Nivea Stelmann que figura na capa da revista promocional da DROGARIA SÃO PAULO, a PONTO DE ENCONTRO, está com trinta e oito com um semblante de 25! E isso com muito menos produção, maquiagem, iluminação e photoshop nas fotos.

Ok, ok! Eu reconheço que a simpatia, a altura, a cor da pele e o grau de magreza delas são bem diferentes. Mas não dá pra deixar de notar que uma parece ter a idade da outra.

Isso pra não citar Cláudia Abreu, Giovanna Antonelli e outras que estão dando uma rasteira no envelhecimento faz tempo.

Mas, enfim, esse papo todo é pra tentar mostrar que essa tal “virada”, na verdade não existe. Ninguém vai ficar enrugada depois da queima de fogos.

É claro que encher a cara de cerveja (e outra “biritas”), tira-gostos e churrasco todo final de semana não vai ajudar em nada a chegar aos 30 com a mesma cara que tinha aos vinte como as mulheres que se cuidam, aliás, muito pelo contrário. Creme antirrugas nenhum do mundo, vai fazer o milagre de evitar que caia (e muito menos levantar) uma cara cansada, amadurecida por noitadas de balada e farra e muito sol de praia. Mas um semblante cansado não significa envelhecimento propriamente dito.

A mulher se encontra na plenitude de sua sexualidade e vigor físico dos 28 aos 42. Essa é a época da vida onde o sexo é melhor (pois já se descobriu do que é e como é que gosta); em que o corpo está mais bonito, pois está mais harmônico (sem a gordura de criança que ainda sobra na adolescência e os abusos de comilança por ansiedade dos 20) e o mais importante: é a fase em que a CABEÇA, a mente está melhor. Na maioria das vezes a mulher já está emancipada, já adquiriu plena independência; não propriamente independência financeira, independência mental, ou seja: já não se deixa tanto levar pelos conselhos dos amigos gays fofoqueiros, das amigas despeitadas e carentes, da mãe dominadora e possessiva, do marido e/ou namorado mão de vaca ou ciumento, não chora muito pelos cafajestes, etc… É a fase em que a mulher se torna dona do próprio nariz senhora do próprio destino e assim pode ser melhor mãe, profissional, amante e esposa.

Não podemos nos deixar levar por aquela conversa de que depois dos 30 é mais difícil engravidar: se uma garota começa a tomar anticoncepcionais aos 12, 14 anos, ela pode vir a ter dificuldades para engravidar já aos 22, 24. Hoje em dia só existe facilidade para engravidar pra quem vive na beira da linha da miséria pra baixo.

Os médicos e a indústria farmacêutica incentivam as mulheres a terem filhos mais jovens, porque antes dos trinta as mulheres tem menos responsabilidade e cuidam menos da saúde, assim sendo as chances de complicações na gravidez e parto são maiores, ao contrário do que eles dizem, além disso quanto mais jovem uma mulher tem filhos, mais filhos ela terá (porque surgem outros maridos, namorados em cada fase da vida).

Existem muitas mulheres que tiveram o primeiro filho aos 38, 40, 42 e as crianças se criaram muito mais saudáveis que os filhos de mulheres mais jovens, além de serem mais bem educados.

Os conselhos que Alinne Moraes (ou melhor sua assessoria de imprensa) e a revista sugerem para cuidar da forma física, da beleza e da saúde, são tremendamente válidos e compensam serem seguidos. A atriz mostra-se um bom exemplo a ser seguido.

Mas basta trocar o “evitar refrigerantes, doces e frituras” por “evitar álcool, carnes e frituras” que se chega na tal “virada dos 30” mais jovem do que a estrela.

E então, pode-se até comemorar com queima de fogos como no Réveillon, a chegada aos trinta sem rugas, cabelos brancos e um monte de celulite, contrariando todos os prognóstico da sociedade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s