ELEIÇÕES 2012 EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Estava tudo bem, o povo não precisaria pensar para votar esse ano: o caipirão boa praça de sempre seria candidato, tava tudo certo. Mas então, veio a surpresa, a má notícia: o candidato havia sido barrado na lei da ficha limpa. Quem diria que aquele sujeito com cara de bobo tinha a ficha suja?

Mas ainda assim, tava tranquilo, era só votar no “amigo” que ele indicasse, como foi nas duas últimas eleições, poré na última hora o caipira apresentou um sujeito que ninguém conhece, um novato que ainda nem sabe discursar na TV, totalmente perdido.

Para piorar o outro amigo, apesar de deixar a cidade mais bonita e colocar academias de ginástica nas praças, no último ano deixou sujeira aparecer.

Mineiro gosta de casa arrumada, pode até ter uns podres, contanto que ninguém veja, que o povo da igreja não comente…

Mas, os podres apareceram e não foi só o povo da igreja que viu, que comentou, mas o país inteiro e em um dos casos o mundo todo). Greve dos médicos, o teatro construído de ponta cabeça, a expulsão dos moradores da favela do milionário terreno dos pinheiros…virou notícia, saiu na TV, nos jornais, na internet…ficou feio.

Então, a mineirada joseense começou a pensar  na possibilidade de votar no candidato do partido vermelho, apesar de lembrar que há não muito tempo atrás alguns padres no sermão da missa, aconselhavam a não votar no candidato a presidente do partido vermelho, alegavam que o barbudo transformaria o país num estado comunista e o comunismo para a igreja é o inferno.

Depois de oito anos de desemprego e privatizações, onde a inflação acabou mas o tráfico de drogas e a miséria aumentaram, os brasileiros resolveram arriscar e deram um voto de confiança para o barbudo. Resultado: ele foi super bacana com todas as igrejas e o país cresceu “como nunca aconteceu na história desse país”.

Até o presidente do país mais rico disse que ele “é o cara”. O barbudo é gente boa e a mulher que ele indicou e está no comando agora, cometeu alguns erros mas está trabalhando.

Então, porque os “mineirenses” não dariam uma chance para o baixinho simpático do partido vermelho? Ele é mineiro, uai!

Dá medo de arriscar? Dá, mas dá muito mais medo colocar no paço um cara tipo o prefeito de Taubaté. De ver São José aparecer direto no quadro “A Bolha” como Taubaté (o quadro é ótimo deveria virar programa); uma cidade tão boa que por causa de um governo saudável se transformou na terra das irregularidades, “terra de ninguém”.

Povo de São José e também de Taubaté, vamos mudar? Partido vermelho, verde…seja de qual cor for, não importa, vamos arriscar uma mudança.

O nosso pedaço tem muito dinheiro, na miséria nenhuma das cidades fica.

Mesmo que na câmara dos vereadores vá parar o “lôco” que promete a liberação da maconha, o fulano dos negócios suspeitos e mais um monte daqueles novatos estranhos que estão aparecendo no horário eleitoral e atormentando os nossos ouvidos com suas musiquinhas chatas nos carros de som, pra merda São José não vai.

Vamos lá, vamos arriscar! Vamos tentar algo novo!

Que venha a mudança!

Os comentários estão fechados.