Aniversário de Marilyn Monroe

Se estivesse viva Marilyn Monroe estaria no dia 1º de Julho deste ano completando 87 anos. Como homenagem, publico alguns dos poucos poemas que ela – que adorava poesia – escreveu  para seu amigo poeta Norman Rosten.

VIDA
Eu sou de ambas as suas direções
Existindo mais com a geada fria
Forte como uma teia de aranha no vento
Pendurada pra baixo a maior parte do tempo
Seja como ficasse, aqueles raios enfileirados tinham cores
Eu tinha visto em pinturas
Ah vida! Eles iludiram você.

Mais fina do que o fio da aranha
Mais pura do que alguma – mas atacava a si mesma
E erguia firme no vento forte
E tostada por fogos quentes saltitantes
Vida… da qual singular tempo
Eu sou de ambas as suas direções
Seja como for eu fico pendurada para baixo a maior parte do tempo
Como ambas as suas direções me puxam.

M.M
I
Deixei meu lar de verde madeira rústica,
Um sofá de veludo azul.
Sonho até agora
Uma moita negra brilhante
Exato à esquerda da porta

Para baixo a caminhada
Clickity clack
Como minha boneca em sua carruagem
Fui sobre os estalidos :
“Nós iremos para longe”
II
Não chore minha boneca,  não chore
Eu seguro você e a nino para dormir
Silêncio,  silêncio pretendo agora
Não sou sua mãe que morreu.
III
Ajude,  ajude!
Sinto a vida chegando mais perto
Quando tudo que quero é morrer.

LÁGRIMAS DE UM SALGUEIRO
Eu permaneço abaixo de seus ramos
E você floresceu e finalmente uniu-se à mim
E quando o vento chocou-se com… a terra
e a areia…você uniu-se a mim.

closes de monroe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s