O POLÊMICO BEIJO SAGRADO

 “O VENENO É MENOS PERIGOSO QUE A PREOCUPAÇÃO” Ibn Gabirol

Várias pessoas me pediram para escrever sobre o polêmico beijo do último capítulo da novela da Globo que aconteceu na semana passada. Bem, agora que a poeira baixou um pouco resolvi atender aos pedidos e já vou deixando claro que este artigo é dedicado àqueles que se sentiram incomodados com a cena do beijo e que estão preocupados com o que as crianças verão na televisão nos próximos tempos.

Tenho consciência de que serei chamada de preconceituosa e outras coisas e que minha imparcialidade e frieza de análise e raciocínio chocarão alguns, mas não me importo, pois sou abstêmia (não consumo bebidas alcóolicas e demais tipos de drogas) e vegetariana (embora ainda ovo-lacto), pessoas como eu são constantemente comparadas ao Hitler pelos ignorantes que não se conformam com a existência de pessoas que vivem livres de vícios e da gula. Essa é melhor forma que os coitados encontram de nos ofender, esquecendo que existem outras personalidades importantes da história da humanidade que também eram abstêmias e vegetarianas como Gandhi e Madre Teresa de Calcutá. Enfim, eu não me preocupo. Então, vamos lá!

CONFORMEM-SE

Vou me referir ao tipo de pessoa do qual vamos falar aqui de “eles”/”deles”. Então, é o seguinte:

“Eles” consomem duas vezes mais do que vocês/nós, a televisão, a mídia em geral é comércio, vive de vender produtos, portanto é interessante agradar a quem consome/compra mais, então, conformem-se, vai haver cada vez mais personagens como eles em novelas e filmes e virão mais cenas de beijos e também cenas sensuais.

A televisão aberta está passando por uma crise, antes era a mídia número um, agora tem que enfrentar a concorrência da TV a cabo e da internet, então estão tendo que apelar e conformem-se, pois ela vai apelar cada vez mais, ou seja, haverá cada vez mais sexo, violência, cigarro (e outras drogas) nas programações.

PREOCUPEM-SE MENOS COM A TELEVISÃO

Eu tenho um irmão que é e convivi com “eles” dos mais variados tipos (todos sabem que “eles” são de variados tipos e geralmente um tipo não gosta do outro tipo, a união entre “eles” é algo que ainda não existe; veja bem, AINDA). Mas o que isso tem a ver? Tem a ver que eu sou testemunha de que a pessoa não se transforma em um “deles”, não se torna em um deles, a pessoa nasce assim. Então se a sua criança não tiver nascido assim, ela não vai ficar assim por ver “eles” se beijando seja na televisão ou na vida real, por mais que as crianças costumem imitar aquilo que veem na telinha.

O grande risco são os pedófilos e todos nós sabemos bem que a maioria absoluta dos pedófilos são homens que gostam de meninos. Eu sempre me incomodei muito com o fato de que meu irmão e todos os indivíduos como ele que conheci, sentissem uma atração sexual absurda por garotos a partir dos 12 anos de idade, ao contrário de nós mulheres que costumamos ver um garoto de 13 anos como uma criança e costumamos achar atraentes –sexualmente falando– os rapazes de dezoito anos pra cima. Sinceramente, eu acho que você que está lendo isso agora e toda a sociedade também sabem disso. Meu irmão e todos como ele, que eu conheci, tiveram suas primeiras experiências sexuais com garotos um pouco mais velhos ou homens na pré-adolescência e essas pessoas eram familiares, amigos e pessoas próximas da família. Realmente é praticamente impossível que um menino ou menina que tenha suas primeiras experiências sexuais com uma pessoa do mesmo sexo venha a ser heterossexual. Mas acredite raramente os pedófilos dopam suas vítimas ou forçam o abuso. Sabe aquele ditado: “Formiga sabe que folha pica”? Então, os pedófilos costumam se aproximar de crianças onde já se percebe que é um “deles”, porque a criança que não é vai se recusar ao ato de todas as formas, vai preferir roubar e matar a ter que ficar com alguém do mesmo sexo (a não ser que seja viciada em drogas, pois um viciado faz qualquer coisa por droga) e isso vai dar muito trabalho, ele vai ter que matar a vítima e aí vai ter que dar fim no corpo… Enfim, vai dar muito trabalho, mas pode realmente acontecer.

Não deixe de se preocupar com os pedófilos, mas não se preocupe tanto com a influência da televisão e dos novos padrões da sociedade, pois nada pode mudar a natureza de uma pessoa, se nasceu heterossexual, nada, absolutamente nada, vai mudar isso. Eduque direito, controle o que a criança vê na televisão ou internet de acordo com o que você acha que é certo, tendo consciência de que não conseguirá ter controle absoluto, ensine a confiar absolutamente somente nos pais e sempre ter um pé atrás com namorados da mãe, padrastos, tios, primos, amigos da família, vizinhos, coleguinhas mais velhos ou mais espertos, professores, padres, treinadores de esportes, etc…o mesmo vale com relação as meninas.

Mas, se a sua criança já tiver nascido desse jeito (e se você é inteligente você já percebeu), esqueça, nada, absolutamente nada que você faça vai dar jeito. CONFORME-SE.

O FUTURO

Ao que tudo indica, no futuro, a homossexualidade vai ser praticamente extinta dando lugar à transexualidade. Sim, o ser humano está evoluindo.

Haverá um dia em que todos entenderão que a pessoa nasce querendo ser do sexo oposto e isso se manifesta desde a mais tenra infância. Nesse dia, os pais e mães permitirão que as crianças escolham o gênero sexual que querem ter, ou seja, as crianças poderão escolher se querem “ser” meninos ou meninas. Tendo escolhido o seu sexo por livre e espontânea vontade as crianças escolherão seus nomes, a forma de se vestir e agir e na puberdade (e talvez até antes dela) irão tomar hormônios para adquirir as características do sexo que escolheram.

Já há casos assim pelo mundo, o da filha da atriz Angelina Jolie, por exemplo, e existem estudos e até filmes sobre o assunto (veja o filme francês TOMBOY).

TENHAM PACIÊNCIA

Homofobia é algo tão normal, natural e antigo quanto à existência “deles”. “Eles” também são homofóbicos, provavelmente você nunca encontrará um deles que deseje ter um filho que seja igual a “eles”. Quando o assunto é filhos é o instinto básico que fala mais alto e os nosso instinto de procriação tem como ideal: homens másculos, belos, saudáveis e inteligentes e mulheres femininas, belas, saudáveis e inteligentes (as características necessariamente nessa ordem).

Mas sejamos sinceros alguns comportamentos e atitudes realmente irritam!

A já famosa frase “Homem ama homem, mulher gosta de dinheiro” que costuma aparecer muito em comentários da internet onde as pessoas podem se proteger com o anonimato é uma das coisas que irrita, dá realmente vontade de pegar a criatura que falou ou escreveu e surrar até a vontade acabar. Isso é misoginia (ojeriza e ódio contra mulheres), que também deve ser considerado crime. Aqueles que são enrustidos são os que mais pregam isso, mas há entre os assumidos os que espalham esse pensamento também.

Homens feios, chatos, de pênis pequeno, ruins de cama, e que tem preferência e obsessão por mulheres bonitas são geralmente os que engolem esse pensamento. Um sujeito com essas características só consegue uma mulher bonita na base do dinheiro. É óbvio que uma mulher bonita que tem amor próprio não vai pra cama com um sujeito com essas características a não ser que esteja em uma situação financeira difícil ou seja viciada em drogas ou prostituta. Sujeitos desse tipo sabem disso e depois ficam se fazendo de vítima. Por que não vão atrás das feinhas e das carentes? Muitos “deles” aguardam ansiosamente que esses sujeitos mudem de time e corram atrás “deles”, mas como ninguém muda a natureza com que nasceu, isso não vai acontecer nunca, esses sujeitos desprezíveis vão continuar nos perseguindo e junto com muitos “deles” pregando essa frase por aí.

Meu irmão sempre dizia “mulher é um ser obsoleto, nós vamos dominar o mundo, homem não gosta de bcta, gosta mesmo é de c* peludo porque dá mais prazer, o p* foi feito pra entrar no c*…” e outras bobagens que muitos “deles” costumam acreditar, ele só parou de falar isso em lugares públicos quando um cara em um barzinho ameaçou quebrar a cara dele exigindo respeito com as mulheres alegando que ele era filho de uma e amava ela e também sua irmã e esposa. Mas é claro que esse cara era um “homofóbico desprezível”, um sujeito violento, etc… Dane-se, eu acho que um cara como esse merece parabéns, se a pessoa não nasce sabendo respeitar, o mundo ensina. Assim sendo, tanto quem desrespeita as mulheres, como quem desrespeita “eles” ou qualquer outro tipo de gente, um dia vai passar por um momento na vida onde o mundo vai ensinar.

Se você resolver dar uma lição  em algum “deles” que esteja falando impropérios e agindo de maneira escandalosamente desrespeitosa, ensinando a criatura a respeitar as mulheres, idosos e crianças é melhor ter cuidado pra não perder a cabeça e depois levar um processo por homofobia. Respire fundo e TENHA PACIÊNCIA.

BEIJO SAGRADO

Uma das coisas que me fez encarar com mais naturalidade essa questão e “eles”, foi o estudo do livro mais vendido do mundo.

O grande livro, onde está toda a verdade, descreve com clareza – até mesmo na versão da sua língua de origem – passagens onde há indícios que o homem mais importante da história pode ter sido um “deles”. Como exemplos mais marcantes, está a passagem da última refeição do homem mais importante onde o livro descreve que o preferido dele, “o que ele mais amava” estava recostado com a cabeça em seu peito e também no episódio da traição, onde o seu traidor o entregou para os seus inimigos dando-lhe um beijo, beijo este que segundo historiadores foi justamente igual ao dado pelos personagens da novela.

Vocês assistiram a um BEIJO SAGRADO.

Beijo de Judas, Giotto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s