Como Deixar os Homens aos seus Pés

mulher-salto-alto-8131

Acabei de ler o livro de Marie Forleo “Deixe os Homens aos Seus Pés”, um excelente guia para levantar a autoestima de quem anda meio desanimada, desconfiada e sem esperanças de ainda vir a ter um relacionamento feliz com um homem. Essa história de deixar os homens aos seus pés é nada mais nada menos que se transformar numa mulher auto suficiente e realizada, ou seja, o tipo de mulher mais atraente para os homens, o tipo de mulher por quem os homens se jogam aos pés.  Publico aqui os melhores trechos do livro na minha opinião:

Sobre continuar apegada ao passado, aos relacionamentos que não deram certo

É em situações de decepção que tomamos decisões mentais que limitam o que é possível fazermos no futuro. O problema é que, embora sigamos adiante no tempo, geralmente nos esquecemos das decisões tomadas, aquelas velhas decisões que nos impedem de nos sentirmos completamente vivas e capazes de nos conectarmos em nossos relacionamentos de verdade.

Como um computador velho, nossas mentes estão com os softwares desatualizados. Investigar o nosso pensamento-problema é como fazer uma atualização de software mais que necessária. Quando olhar, você verá que as informações que as nossas mentes contêm – especialmente sobre homens e relacionamentos – não estão apenas desatualizadas, mas são completamente contraditórias ao que dizemos e queremos agora.

Sobre como melhorar o humor pra se tornar mais atraente

A vida é AGORA. a VIDA SÓ PODE SER AGORA. Goste você ou não, é isso mesmo. O que você tem na sua vida é esse momento – seu emprego, amigos, família, apartamento, a refeição que você escolhe, o namoro que está tendo (ou não) tudo é realmente isso.(…) Se você encarar a vida dessa forma o tempo todo, experimentará uma mudança quântica em sua realidade. Você ficará mais relaxada, mais presente e inexplicavelmente, mais irresistível. A excelência irá surgir em sua vida sem que tenha de fazer esforço.

As mulheres que vivem um momento após o outro, exatamente como eles são, tendem a ser natural e autenticamente mais irresistíveis que as outras. Em vez de reclamarem, resistirem, queixarem-se ou ficarem presas ao passado, elas mergulham de cabeça, estão completamente vivas e empenhadas para vencer em todas as áreas de suas vidas.

Sobre como gostar mais de sexo

A maioria de nós, percebendo ou não, foi culturalmente condicionada para acreditar que o sexo é ruim. Ainda que confessemos gostar de sexo, estamos tão imersas em uma sociedade que considera o sexo sujo, vergonhoso e pecaminoso que geralmente não nos sentimos confortáveis em falar francamente sobre isso ou agirmos no sentido de desenvolver proativamente nossa perícia sexual.

Sobre como se relacionar melhor com as pessoas

Com que frequência você diz coisas como “Eu senti saudades de você” ou “Você me faz tão feliz”, como uma expressão de verdadeiro apreço em vez de um desejo inconsciente de “atrair” a atenção ou a afeição de alguém? Quanto do seu comportamento é designado para conseguir algum tipo de validação ou aprovação? Como seria ser apenas você?

Pratique ser a ouvinte verdadeira. Note com que frequência você termina a frase das pessoas (mentalmente ou em voz alta) e as interrompe. Imagine que a pessoa que está falando tem uma pérola de sabedoria para lhe contar e que ela mudará profundamente a sua vida. Mas, para recebê-la, você tem de lhe dar completa atenção e permitir que fale sem interrupção. Aceite que ela pode divagar um pouco antes de conseguir realmente chegar à parte boa depois.

Sobre quebrar as regras (não telefonar, não transar no primeiro encontro, etc)

Há vezes em que telefonar para um homem é exatamente o que temos que fazer. Contato visual pode ser muito sexy. Falar pode ser divertido. Sexo no primeiro encontro pode levar a um relacionamento intensamente satisfatório e duradouro. Sair com vários homens pode ser divertido e excitante. Algumas vezes esses comportamentos não funcionam e acabam com a sua irresistibilidade. No entanto, não é por causa de uma “regra”. É por causa de quem você está sendo quando telefona, olha, transa, sai com alguém.

(…) Os homens perdem o interesse quando notam desespero e carência. Então, se você está dando uma de desesperada e carente quando telefona, sim, ele perderá o interesse. Se você tem a ideia de que um relacionamento salvará você, sim, ele perderá o interesse. (…)Também não se esqueça que os homens são caçadores naturais que adoram uma boa caçada. Não lhes furte o prazer de seguir seus instintos masculinos.

Sobre sonhos e ilusões sobre o amor

Se você quer garantias no amor, então você não quer o amor.(…)Esperar garantias no amor é ser irrealista. Procurar alguém que prometa ou garanta que vai amar você para sempre coloca uma enorme e irreal pressão sobre a pessoa (e sobre você) para fazer alguma coisa que nós somos incapazes de fazer – continuar as mesmas.(…)A vida não dá garantias. Nós nunca sabemos o que vem pela frente. Tudo o que podemos fazer é aproveitar nossas vidas imediatamente, momento a momento, e dizer a nossa verdade conforme ela aparece.(…)

Se você quer se casar e ter uma família porque acha que essa é a garantia de que ele irá amá-la para sempre ou que finalmente vai conquistar a segurança financeira que tanto sonhou, você pulou a parte em que eu disse que se você quer garantias no amor, você  não quer o amor(…)

A mor verdadeiro e duradouro nasce da autenticidade, da comunicação e da disposição de se entregar completamente a outro ser humano.

(…)Não há nada mais sexy que uma mulher que é descaradamente ela mesma – honesta a respeito de seus sentimentos, autêntica em suas expressões e segura o suficiente para expressar suas inseguranças quando elas aparecem.

Sobre o nosso Príncipe Encantado ou Homem Ideal

Idealizar o Homem Perfeito torna quase impossível atrair o homem certo para você.(…) Consciente disso ou não, seu ideal do Homem Perfeito está lhe afastando dos milhares de homens disponíveis e adoráveis. Ele age como se um filtro restritivo selecionasse, classificasse e fizesse uma triagem das pessoas com quem você irá pensar em sair. Essa é uma barreira autoimposta ao amor e elimina a possibilidade de muitas mulheres terem um relacionamento mágico. Seu ideal provavelmente já se transformou em uma fantasia mental.(…)

Você está pronta para se livrar do que você acha que irá fazê-la feliz para poder descobrir algo mais estimulante, íntimo e afetuoso do que você já imaginou? Você é corajosa o suficiente para ter um relacionamento real com um homem de verdade? E se a ideia do homem Ideal for completamente falsa? E se não existir o Homem Errado? E se cada relacionamento – não importa o quanto dure – contém uma lição valiosa que proporcione uma oportunidade para crescer e desenvolver o seu “eu” sublime?(…)

(…)E se alguém que você jamais imaginou nem em seus sonhos mais loucos estivesse bem aí, na esquina, esperando por você, se desse abertura para ele? Por que impor barreiras ao amor?

Sobre traumas de infância, dramas familiares e amorosos

Se você está presa naquela história de que os seus pais erraram com você, só está se limitando seriamente ao que é possível em termos de amor e relacionamento. Dessa forma, você põe um fim à sua irresistibilidade porque ainda não está se comportando completamente como uma mulher adulta. Em vez de ser um indivíduo único e autêntico, você está presa à ideia de não ser igual aos seus pais.(…)

Se temos a ideia de que o nosso pai nos criou de forma errada, tenha ele feito isso ou não, ou é um “mau pai”, nós continuaremos a projetar aquela imagem masculina defeituosa em todos os homens que encontrarmos.Não fará diferença se é um amigo, chefe, empregado ou amante. Inconscientemente você presumirá que eles irão machucá-la, prejudicá-la ou, por causa do gênero masculino deles, que simplesmente não são confiáveis.

(…)Liberte a sua irresistibilidade parando de contar histórias. O que inclui tanto histórias de ex-namorados, ex-maridos, da infância, como ideias autolimitantes que conta para si mesma (você sabe: “eu não sou atraente”, “eu não sou boa o suficiente” etc.) Se você é uma contadora de histórias crônica, tente se livrar disso e note o que está acontecendo ao seu redor. Fale a respeito de comida, decoração, música, amigos em comum, filmes ou eventos atuais. Compartilhe as coisas pelas quais é apaixonada. Permita que os homens experimentem quem você é agora em vez da sua história(…) O passado acabou. Morreu. Já era. Sua vida é agora. Quando você para de contar histórias e se permite simplesmente ser quem você é agora mesmo, imediatamente você se torna mais viva, mais irresistível.(…)

Você coleciona um conjunto de mágoas passadas que alega habilmente ter superado ou que provam o quanto a vida foi difícil para você, na esperança de criar intimidade ou admiração em um homem? Quão irresistível você seria se abandonasse seu passado? Você se sentiria mais autêntica e segura? Sem a sua história, quão mais fácil seria fazer com que um homem realmente e genuinamente desejasse você?

(…)Reclamar, tanto silenciosamente como em voz alta, é o maior repelente de homens. Quando você reclama, está lutando contra a realidade; está dizendo que a vida não é como voc~e acha que ela deveria ser. (…) Sabendo disso, fica fácil entender que os homens são atraídos por outras coisas além da aparência de uma mulher. Eles são atraídos pela forma como você os faz se sentirem. As mulheres que não reclamam fazem os homens se sentirem bem porque elas mesmas se sentem bem.(…)

(…)Quando você retira a atenção de si mesma e do seu diálogo interior, as pessoas notam. Encontros casuais podem se transformar em amizades, contatos profissionais e até mesmo relacionamentos(…)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s