A História do Leão Cecil

Imagine você sendo flechado por uma espécie de arpão, a flecha dilacera sua carne e parte de alguns dos seus ossos e penetra profundamente em seus músculos. Você não sabe de onde veio a flecha, desesperado você corre, outras flechas voam em sua direção,vindas de várias direções, você foge sem saber onde ir…você sangra…muito e a dor é cada vez mais forte. Passa-se uma noite e você sabe e sente que os inimigos estão te vigiando, te observando…o dia amanhece e os ataques continuam, você continua fugindo, se escondendo em vários lugares, mas para todo lugar para onde você vai eles estão, eles te encontram, eles estão em toda parte…a noite chega e o inferno continua, você está cada vez mais fraco e começa a sentir frio…o dia amanhece e a persseguição dos inimigos continua…mais uma noite, mais um dia, as moscas pousam sobre o seu ferimento, cada vez fica mais difícil fugir das flechas , fraco, você corre cada vez mais devagar, sua visão está ficando turva e sua audição cada vez mais abafadas, o som dos tiros não está tão estridente como antes e o seu medo de ser atingido por eles cresce cada vez mais…você finalmente vê os inimigos e percebe que eles são muito parecidos com aqueles que sempre o trataram bem…mais uma noite, mais um dia…o tempo continua passando e cada vez mais exausto chega um momento que você não consegue mais perceber a passagem do sol e sentir a passagem do tempo…finalmente um dos tiros o atinge, você cai, tenta se levantar, mas não tem mais forças…você vê os inimigos se aproximarem e percebe que entre eles está criaturas que você confiava, uns dois indivíduos que retiram a coisa que eles mesmos haviam colocado em seu corpo há tempos atrás…antes de sua visão se escurecer para sempre você sente algo penetrar o seu pescoço, você já sabe o que está acontecendo, já havia visto acontecer com outra criatura da sua espécie…as criaturas vão arrancar a sua cabeça…sua visão escurece, silêncio em seus ouvidos…é o fim.

Toda essa descrição representa o que sofreu o Leão Cecil em sua morte, ele foi atingido por uma “besta” (a flecha de um tipo de escopeta) e foi perseguido durante QUARENTA HORAS até ser morto por um tiro de rifle e depois ter sua cabeça decepada para ser empalhada e servir de troféu.

cecil_the_lion_in__3388298b

QUEM ERA CECIL?

Cecil era um leão de 13 anos e uma atração turística muito conhecida do Parque Nacional Hwange, no Oeste do Zimbabue. O leão se tornou famoso porque não se importava de aparecer diante dos turistas que faziam Safári no Parque, ele parecia até mesmo gostar de ser admirado e fotografado e filmado, além de realmente ter uma beleza acima da média para a sua espécie (um perfeito macho alfa de juba negra).  Ele liderava um bando de três fêmeas e seus descendentes e tinha um colar com GPS que ajudava em uma pesquisa científica feita por cientistas da Universidade de Oxford, da Grã-Bretanha.O animal era considerado símbolo do Zimbábue, e a sua morte no dia 6 deste mês chamou a atenção mundial. Cecil vivia em área protegida e não podia ser alvo de caça, mas foi atraído para fora do parque onde estava para ser caçado.

família real

A FAMÍLIA REAL ORFÃ

A família de Cecil ficou orfã. Provavelmente uma ou duas de suas esposas leoas vão ficar deprimidas, ficarão dias sem comer , sem caçar, chamando e procurando seu macho e se algumas delas estiverem amamentando o leite pode secar, por causa da tristeza. Os filhotes mais jovens além de possivelmente ficarem sem poder mamar ou comer por causa do estado depressivo de alguma de suas mamães, também terão alguns de seus irmãozinhos mortos pelo o outro macho-alfa que vai querer cruzar com as fêmeas mais jovens. Os administradores do Parque já até sabem quem vai ser o macho que vai se apossar das fêmeas de Cecil, Jericho o irmão de Cecil.

 

Veja  vídeo de Cecil nesse links:

O CRIMINOSO

Segundo o jornal britânico The Telegraph, o caçador é Walter James Palmer, um dentista de Minnesota, nos Estados Unidos. Ele pagouUS$ 55 mil para a permissão de caçar no local em que matou o leão. A prática de atrair animais que estavam em áreas protegidas para regiões onde a caça é permitida no país é bem comum. De acordo com as informações divulgadas,  Palmer estava com um grupo de caçadores , que caçavam a noite, quando avistou Cecil. “Eles amarraram um animal morto na parte trasiera do veículo para atrair o leão para fora do parque”. Duas pessoas que acompanhavam o caçador foram identificadas pelas autoridades e presas no início do mês, incluindo Theo Bronkhorst, fundador do Bushman Safaris Zimbabwe, que, se acredita, organizou a caça.Os caçadores degolaram e arrancaram a cabeça de Cecil e foram entregues à polícia do Zimbabué. O material foi disponibilizado por Bronkhorst ele havia mantido os restos de Cecil em sua casa para que fossem preparados para a conservação antes de serem enviados aos Estados Unidos.Agora, é provável que o material permaneça do Zimbábue segundo o próprio Bronkhorst respondendo ao jornal The Telegraph.

Em 2009, o jornal The New York Times entrevistou o dentista de Minessota sobre a caça de um alce, apresentada como uma morte por tiro com arco. O artigo ressaltou que na época, Palmer estava em liberdade condicional por ter mentido para as autoridades sobre o local exato onde havia matado um urso preto no norte de Wisconsin, em 2006.

Um álbum de fotos no Flickr da Trophy Hunt America and Porcupine Creek Outfitters, empresa que lidera expedições de caça, mostra Walter Palmer posando ao lado de vários animais mortos, incluindo um bisonte e um leão. Em uma das fotografias, Palmer está sentado com seu arco e flecha ao lado de um rinoceronte morto, supostamente na África do Sul, conforme informações da legenda.

A mesma empresa anuncia viagens à África, sob o nome de Safari Connection. Fotos que anunciam os serviços da companhia mostram caçadores posando ao lado de elefantes. Imagens de outras viagens exibem os caçadores junto de ursos polares em meio a cenários de neve.

O comediante Rick Gervais postou essa foto em seu Twitter com a seguinte legenda: "Lutando para tentar imaginar alguma coisa mais linda que isso"
O comediante Rick Gervais postou essa foto em seu Twitter com a seguinte legenda: “Lutando para tentar imaginar alguma coisa mais linda que isso”

JUSTIÇA

Cecil antes era um símbolo de preservação, agora é o símbolo de que a caça predatória ilegal continua. Espero que a morte dele, graças a sua fama, sirva de alerta e chame a atenção das autoridades mundiais para que a caça esportiva de animais selvagens seja proibida e considerada crime em todo o mundo e que a justiça seja feita.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s