BELA, RECATADA E DO LAR COM MUITO ORGULHO!

Marcela Temer
Marcela Temer

A revista Veja publicou uma matéria sobre a mulher do vice presidente Marcela Temer, o jornalista ironizou no título usando o adjetivo com o qual a irmã de Marcela a classificou “recatada” e como a vice primeira-dama não trabalha fora e realmente é jovem e bonita ele criou o título como uma expressão dos anos 30 , 40 e 50: “BELA,RECATADA E DO LAR”. O jornalista foi claramente irônico no título e também em alguns trechos da matéria, mas os simpatizantes de esquerda e do PT, que odeiam a revista Veja considerando-a (assim como a rede Globo) um meio de comunicação de direita que persegue o governo, criaram a história absurda de que a revista com a publicação dessa matéria estava pregando que a mulher recatada e do lar era a mulher ideal e que de agora em diante as mulheres do nosso país deviam seguir esse padrão tendo Marcela Temer como exemplo. As esquerdistas começaram a postar fotos com poses ridículas exaltando o jeito puta e bêbada de ser, até aí tudo bem, foi até engraçado, a coisa piorou quando um bando de desavisadas sem nem saber a origem da coisa começaram a fazer o mesmo e assim a hashtag #belarecatadaedolar foi a modinha da semana.

Muitas garotas aproveitaram a modinha para se exibirem mostrando suas fotos mais ousadas, muitos gays aproveitaram para postarem as fotos vestidos de mulher e em poses beirando o pornográfico, os enrustidos também se realizaram postando fotos vestidos de mulher fora do carnaval, as mulheres que gostam de encher a cara postaram orgulhosas fotos com suas garrafas e copos…um festival de putaria, parecia que era uma espécie de “semana nacional de homenagem as putas”.

Foi tudo muito engraçado e divertido, o problema foi que essa gente não ficou apenas no bom humor e brincadeira e partiram para o ataque com os seus discursos de “donos da verdade absoluta” , atacando todas as pessoas que se manifestaram contra os insultos feitos a pessoa da mulher do vive presidente e todos os que se manifestaram expressando que não viram nada de imposição de padrão de comportamento na matéria da revista. Uma tempestade de discursos feministas mais inflamados e argumentos ridículos, todos quando rebatidos defendidos como escudo do vitimismo hipócrita: “queremos o debate…troca de idéias…diálogo”. Na cabeça desses extremistas aquela simples coluna de uma revista que poucos iriam saber da existência e que só ficou muito conhecida porque eles ficaram divulgando é uma ameaça, pois pode fazer com que as pessoas simpatizem com o vice presidente, uma idiotice.

E essa palhaçada toda fez com que muita gente passasse a simpatizar com a mulher do vice presidente e torcer para que ela seja em breve a primeira dama do país.

Marcela na capa da revista TPM a mais moderna das revistas femininas numa matéria mais controversa que a da Veja, mas como a TPM não é considerada "a revista do golpe" e nessa época as coisas não estavam feias para o governo Dilma.
Marcela na capa da revista TPM  numa matéria mais controversa que a da Veja, que não gerou polêmica porque TPM não é considerada “a revista do golpe” e nessa época nem se sonhava em impeachment , inclusive, os simpatizantes do PT a defendiam quando alguém sugeria que ela tinha dado “o golpe do baú no velho rico”, agora são eles que dizem isso.

O ÓDIO

Bem, em todas as manifestações ficou claro o ódio das superpoderosas contra as mulheres recatadas. A inveja das fracassadas por uma mulher que pode se dar ao luxo de ser dona de casa. Notou-se que as superpoderosas “vadias” da marcha são insanamente inseguras, por causa de uma simples e ridícula matéria de revista sentiram-se ameaçadas, imaginando que iriam perder o trono onde estão e de onde ninguém pode tirá-las.

Na revista o jornalista ironizou a situação, em nenhum momento a revista pregou que esse era o comportamento ideal para a mulher. E se tivesse sido um elogio, uma exaltação mulher recatada e do lar, qual o problema? Não é porque se elogia um comportamento que se está menosprezando o outro. As mulheres independentes financeiramente expansivas, liberadas e sensuais são a maioria absoluta, e isso já há décadas, não há motivo para se revoltarem com isso. O Dia da Mulher é dedicado a vocês, as do lar sequer são lembradas, agora nem mais no dia das mães por representarem minoria absoluta. Os ídolos são mulheres como Madonna, Angelina Jolie , etc… estão se incomodando e reagindo já estando no poder. Se o problema é a presidência, a presidenta se envolveu em crimes cabe a ela provar inocência, se fosse um presidente homem teria ocorrido o mesmo, tanto que o ex presidente também está sendo investigado por outros atos, não é a “bela, recatada e do lar” que vai tomar a presidência da “guerreira independente” é o sistema do qual ela faz parte que vai tirá-la de lá.

A MULHER IDEAL

A sociedade e toda a mídia pressionam a mulher atual a ser bela, magra, sexy, fazer sexo com homens e mulheres, beberem muita bebida alcoólica, usar drogas , ser independente financeiramente e consumista. Nenhum meio de comunicação mostraria a mulher “do lar” como mulher ideal porque isso seria contraproducente para a sociedade de consumo, para a economia. Hoje a maior parte dos lares brasileiros são sustentados financeiramente por mulheres, elas são as chefes de família.

A mídia em nenhum momento exaltou a mulher “recatada e do lar” ,  jamais mostraria a mulher recatada e do lar como exemplo porque isso seria contraproducente para a sociedade de consumo e economia, a maioria absoluta das mulheres trabalham fora , vivemos num país onde a maioria dos lares é sustentado por mulheres. Estão se incomodando exageradamente com algo pequeno e pouco significativo.

RECATO

Estão confundindo o significado da palavra RECATO com a palavra submissão. Uma mulher pode ser recatada e não ser submissa. Recato tem a ver com a forma de se vestir, atitude e comportamento sexual . Uma mulher recatada é simplesmente uma mulher que não se veste com roupas sexys e sensuais que não tem atitudes sensuais, provocativas, que não se insinua, que não usa o sexo para conseguir o que quer e que não gosta de se embriagar e usar drogas. Do lar é a dona de casa , a mulher que só trabalha em casa e nem todas são submissas a maioria inclusive é controladora e é quem decide o que é feito com o dinheiro que o marido ganha e exerce poder sobre marido e filhos. Ser Recatada é ESCOLHA , PERSONALIDADE. Cresci com a mídia e a sociedade impondo que todas tinham que ser sexys, independentes, transar com homens e mulheres (fazer menage e experimentar) , que tinha que experimentar drogas, que tinha que beber muita cerveja, vodka, cachaça, as mulheres exemplo eram Madonna, Xuxa, Carla Perez, Tiazinha, Feiticeira…feministas cobrando esse tipo de atitude, gays cobrando esse tipo de atitude, homens cobrando isso, a imagem da mulher brasileira é essa, agora um jornalista ironiza em uma coluna de revista e de repente lembram de nos infernizar de novo. A MULHER TEM O DIREITO DE SER E AGIR CONFORME A SUA PERSONALIDADE. Se não gosta de beber, fumar e andar com roupas decotadas é um direito ser assim.

DIREITO E ORGULHO

Qualquer mulher tem o DIREITO de ser RECATADA E DO LAR do mesmo jeito que a maioria das mulheres tem o seu direito escolhido ou por falta de escolha de ser profissional de qualquer área e comportamento expansivo e sensual ou prostituta, traficante, estelionatária, ladra etc, (para citar algumas das atividades que as pessoas tanto admiram em uma mulher). Assim como acho que a Dilma deve ser respeitada por ser presidenta, mulher e idosa, acho que Marcela Temer também merece ser respeitada. Não gostam do marido dela, não gostam da revista, critiquem e chacoteiem o político e a publicação. PS: não me considero bela mas sou recatada e do lar com muito orgulho.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s