A INJUSTA MORTE DO GORILA HARAMBE

alx_mundo-gorila-cincinati-estados-unidos-20160529-01_original

Era uma vez um Gorila chamado Harambe

Ele nasceu no zoológico de Gladys Porter, no Estado norte-americano do Texas, e o levaram para viver no Zoológico de Cincinnati em 2014. Os gorilas das planícies ocidentais são uma espécie ameaçada e o zoológico esperava utilizar Harambe para reprodução.

Harambe vivia feliz com duas fêmeas e havia completado 17 anos no último dia 27 de Maio.

Harambe-the-gorilla-main

A FATALIDADE

mae do menino que matou harambe

No sábado passado uma mulher obesa que foi com os seus filhos e seu marido passear no Zoológico levantou o seu filho caçula Isaías, de 3 anos, acima do muro que cercava a área dos gorilas para que o menino pudesse enxergar os gorilas, ela não conseguiu segurar por muito tempo com seus braços excessivamente gordos e sentou-o ali, o menino então, caiu na grade, dali escorreu pela vegetação e terminou indo parar no lago dos gorilas. As fêmeas estavam em uma parte mais alta, já Harambe que estava embaixo foi até o garoto.

Harambe

Harambe o levantou da água aonde ele podia ter se afogado, como um primata inteligente ele reconheceu que se tratava de um filhote das criaturas que o mantinham cativo, observou bem a criatura, tentou estabelecer alguma comunicação e chegou a colocar a criatura de pé para que ela se locomovesse e saísse dali, mas ele notou que muitos humanos se aglomeravam em torno dos muros e como chimpanzés, eles faziam muito barulho.

34BF5B5D00000578-3615099-image-m-91_1464545053716

Teriam os humanos jogado o filhote ali? Estariam eles querendo matar o filhote ou à ele? Harambe sabia que humanos podem ser perigosos, seu instinto o fez correr levando consigo o filhote, ele o levou para um lado, os humanos seguiram, então ele levou para outro que parecia ser mais seguro. Foi então que um humano do zoológico apontou um rifle em sua direção e o matou.

Uma pessoa filmou parte do acontecido, essas imagens foram parar na televisão, internet e rodaram o mundo…o mundo inteiro e muitos ao redor do mundo viram além de um animal selvagem de aproximadamente 150kg com uma criança, viram um animal domesticado criado a vida inteira num cativeiro tentando proteger um filhote da mesma família animal que que estava ferido e que ele não seria capaz de matar.

OPINIÃO DE QUEM ENTENDE

1113014-GorillaHam-1464625100-226-640x480

A professora Gisela Kaplan, especialista em comportamento animal da Universidade de Inglaterra, afirma que o menino não corria perigo.

“Filhotes não são considerados uma ameaça” disse Kaplan, segundo ela os gorilas macho-alfa dominantes como Harambe são os protetores do grupo, o primata estava apenas estudando a nova e extranha situação.

“O gorila percebeu que o pequeno filhote era indefenso. Eles normalmente não atacam, não são uma espécie agressiva e tenho certeza que o menino não seria morto”, afirmou.

“Se ele fosse atacar haveria advertido primeiro. A primeira ação que fazem como advertência é berrar e dar socos no peito e isso em nenhum momento aconteceu”.

Se Harambe fosse um chimpanzé, que come carne, que come outros animais , assim como nós humanos,realmente o menino teria corrido risco de vida, mas os gorilas são herbívoros, eles não têm esse instinto assassino tão vivo como há em nós e nossos outros primos.

A DESCULPA

As autoridades do zoológico alegam que não usaram tranquilizantes porque o gorila poderia ficar agressivo com o disparo e como o sedativo demoraria a fazer, o gorila nervoso poderia vir a matar a criança. A verdade é que eles agiram sem pensar levados pelas pessoas que se assustaram ao ver o garoto ser arrastado pelo gorila pela água, que disseram que o gorila estava agredindo o menino. Pensaram em agir rápido e ponto.

HAVIA OUTRA OPÇÃO?

Ian Redmon, presidente do The Gorilla Organization, disse que os cuidadores tinham outras alternativas para resolver a situação:

“Quando um gorila ou outros símios estão com coisas que não devem de ter, os cuidadores negociam com eles, dão comida, oferecem suas comidas favoritas, ou algum tipo de fruta ou objeto eles que não têm e negociam com eles uma troca”, disse Redmon em uma entrevista à CNN.

GORILAS DE SORTE: CASOS QUE TIVERAM UM FINAL FELIZ

Outros casos de crianças que caíram em área de gorilas tiveram um final diferente.

Levan Merrit : salvo pelo gorila Jambo
Levan Merrit : salvo pelo gorila Jambo

Em 1986, Jambo um gorila do zoológico de nova Jersey no Reino unido foi surpreendido com a queda do garoto Levan Merrit de 5 anos caiu em sua área. O garoto ficou caído inconsciente, Jambo acariciou as costas dele e tentou ajudar. Os tratadores entraram na área e retiraram o menino.

Binti Juan salvando um filhote de humano.
Binti Juan salvando um filhote de humano.

Dez anos depois foi a vez da gorila Binti Jua do zoológico de Brookfield em Chicago, EUA, tomar um susto quando um menino de 3 anos caiu no lago da sua área. A gorila fêmea que estava criando dois filhotinhos, foi até o lago e retirou o menino desacordado da água, salvando-o de morrer afogado, depois disso ela o levou até a porta do local onde os cuidadores deixavam a sua comida e o deixou lá para que os mesmos o levassem assim como levavam seus restos de comida.

Vejam essas histórias:

http://noticias.r7.com/hora-7/em-memoria-do-gorila-harambe-cinco-momentos-em-que-animais-mostraram-que-sao-herois-31052016

AS OUTRAS VERSÕES DA HISTÓRIA

michelle-gregg-111
Michelle e o marido

Michelle, a mãe de Isaías, não diz que levantou o menino até o muro para ver o gorila, ela diz que ele simplesmente, de repente sumiu de seu campo de visão e depois quando o procurava interrogando as pessoas ao redor um homem disse estar vendo uma criança em meio a vegetação da parte de dentro da área dos gorilas.

Uma das pessoas que filmaram, uma moça – que assim como todos os que filmaram não mostraram a parte em que o gorila recebeu o tiro – disse que ouviu Isaías dizendo para a mãe que queria brincar na lagoa dos gorilas.

Na filmagem que viralizou na web ouvimos a mãe falar com Isaías tentando acalmá-lo, ela inclusive chega a dizer ao filho que o gorila é “King Kong”.

JUSTIÇA ON LINE

existe uma petição na internet no site change.org , um abaixo assinado que pede que as autoridades tomem as providências para que os pais de Isaías sejam responsabilizados por sua queda e pela morte de Harambe. Caso queiram assinar aí está:

https://www.change.org/p/cincinnati-zoo-justice-for-harambe?recruiter=550396649&utm_source=share_petition&utm_medium=facebook&utm_campaign=share_page&utm_term=des-lg-no_src-custom_msg&recuruit_context=fb_share_mention_control&fb_ref=Default

 

CONCLUSÃO

Uma mãe irresponsável que se preocupa mais em comer do que em cuidar do próprio filho, uma sociedade que transforma qualquer fatalidade em um show para publicar na internet, uma sociedade imediatista que acha que tudo se resolve com armas, que a figura do “franco atirador” , do “atirador de elite” é sempre a representação máxima do herói…essas foram as causas do assassinato cruel de Harambe.

REFLEXÃO

Fica a pergunta para a reflexão: Por que existem zoológicos? Por que nós ainda vamos a esses lugares? E os parques com shows de animais, não seriam a mesma coisa dos circos? Por que ainda vamos a esses lugares? Por que pagamos para tirar fotos com animais dopados? Por que tem quem vá para a África dar mamadeira para filhotes que dizem serem  orfãos que depois serão soltos em um parque onde praticantes de caça esportiva irão caçá-los e matá-los, o mesmo que se passou com os pais desses filhotes? Será que os gatos castrados criados confinados em apartamentos ou casas, os cães sempre no quintal ou apartamento que saem somente presos pela coleira e a guia ou de carro, não estão vivendo em situação semelhante a dos animais dos zoológicos?

O NOVO CORPO DA BARBIE

12605295_1187530321276786_3850159539268450732_o

Ok, mas mantenham disponível a Barbie clássica. As demais são e sempre serão as amigas da Barbie.

Jéssica Moraes

(comentário em uma postagem da página Barbie do Facebook)

Na última semana a Mattel apresentou ao mundo as novas bonecas Barbie, com três tipos de corpos representando a mulher de estatura mediana, a de estatura alta e a mulher com sobrepeso e de outras etnias fora as que já haviam (negra, ruiva, oriental,etc) além dessas características as bonecas também possuem tamanhos diferentes de pés.

É claro que as novas estaturas, não chamaram muito a atenção porque desde o lançamento de Stacie/Skipper, a irmã adolescente de Barbie, para todo mundo já existia a “Barbie baixinha” , a boneca alta também não chamou a atenção porque a Barbie sempre foi considerada uma representação de uma mulher alta, sendo assim, quem surpreendeu o mundo foi a “Barbie gordinha”  tanto que foi a escolhida para a capa da revista Time.

12622461_1187578457938639_4828631254760468085_o

AS GORDINHAS GANHAM O MUNDO

Desde os anos 90 que muito se critica o corpo da boneca mais famosa do mundo.

O corpo da boneca foi acusado de ser o responsável pelo boom dos casos de anorexia e de ser a causa de depressão e baixa autoestima em meninas do mundo todo.

Muitos artistas plásticos e designers criaram Barbies gordas para campanhas de conscientização, de críticas e piadas sobre a plástica utopicamente perfeita da boneca.

Já faz muito tempo que a Barbie não tem mais aquele par de seios enormes, cintura minúscula, quadril arredondado de nádegas pequenas e pernas longas e torneadas, ou seja aquele corpo de boneca. A partir final dos anos 90 e no decorrer dos anos 2000, o corpo da Barbie sofreu mudanças drásticas, se tornando cada vez mais realista e passou a existir três linhas de Barbie: uma linha para colecionadores e adoradores adultos, uma linha inspirada nos filmes de animação da Boneca e a linha “popular” com bonecas mais simples, com somente as articulações básicas e preço acessível. A Mattel, fabricante oficial, chegou a todas as partes do mundo e isso padronizou a fabricação das bonecas, aqui no Brasil, por exemplo, quem fabricava era a estrela e qualquer pessoa que viajava ao estrangeiro sabia que existia uma sensível diferença entre as Barbies daqui em comparação com as de outros países.

O universo de fantasia das Barbies das animações do cinema e dos jogos eletrônicos (as bailarinas, as princesas, as sereias, etc) contrastava com as da linha A, repletas de articulações, com diversas cores de pele, olhos e cabelos, com roupas seguindo as últimas tendências da moda e até roupas criadas por grandes grifes exclusivamente para as bonecas (as fashionistas e outras). Também pertencentes a essa linha superior , estavam as bonecas inspiradas nos personagens de filmes de sucesso, com aparência idêntica aos dos atores que interpretaram os personagens (como a Barbie e o Ken Saga Crepúsculo, por exemplo). Foi é claro, nessas linhas especiais onde houve maior desenvolvimento desse realismo na plástica das bonecas, a cada coleção, mais proximidade com características de mulheres e homens reais, loiros, negros, ruivos, morenos e asiáticos. Enfim, há bem mais de uma década Barbie não tem mais um corpo de boneca, tem um corpo de mulher.

A atual Barbie, tanto a de luxo como a simples, tem o corpo mais cheinho e curvilíneo, mais rechonchudo do que a da modelo com o corpo mais perfeito do mundo a Candice Swanepool, ou seja a Barbie é atualmente mais gorda do que uma top model, mas mesmo assim sua plástica continua sendo alvo de críticas e vista como um mau exemplo.

O mundo da moda descobriu um novo filão de mercado: as mulheres gordas. Esse mundo de muito dinheiro percebeu o quanto poderia lucrar com o aumento fenomenal do número de mulheres com sobrepeso no mundo, tendo a informação que essas mulheres não só consomem mais comida como também roupas e acessórios, por vício de consumismo causado por baixa autoestima, excesso de mimos e privilégios na infância e adolescência, vida sedentária e ociosa, alimentação baseada em produtos industrializados por não saberem cozinhar ou por excesso de horas de trabalho, por menos durabilidade devido ao maior desgaste em roupas e principalmente sapatos devido ao constante aumento das medidas e excesso de peso (que desgastam as solas) e outros inúmeros fatores. E assim surgiram as modelos “plus size”.

Se existem as modelos gordinhas, já estava mais que na hora de existir as Barbies gordinhas, afinal, mulheres gordas compram Barbies e agora estão acostumadas a consumirem coisas que são feitas “especialmente” para elas e é claro, as meninas gordinhas de hoje, serão as gordas de amanhã.

As modelos plus size representam um padrão de beleza tão inatingível para a maioria das mulheres quanto as modelos magérrimas, garotas e mulheres gordas não possuem aquelas cinturas finas, aquelas barrigas chapadas que são resultado de lipoescultura, seios na altura das axilas, que são próteses de silicone; a maioria das mulheres gordas não são altas como elas (as mulheres mais altas tendem a ser mais magras), têm muita celulite e estrias, coisas que não se vê na pele dessas modelos por causa do photoshop, tratamentos estéticos, maquiagem e juventude.

A Barbie gordinha ou curvilínea como é chamada é mais ou menos como as plus size, não tem bochechas proeminentes e nem queixo duplo e sua cintura é bem fina como uma gordinha com lipoescultura, enfim, uma beleza somente atingível com plástica, assim como

a da magrinha.

o menino estilista do comercial da Barbie com roupa da grife Moschino
menino barbie o menino estilista do comercial da Barbie com roupa da grife Moschino

BARBIE: BRINQUEDO DE MENINO

A fabricante da Barbie já havia chamado a atenção do mundo há pouco atrás, no ano passado, quando lançaram uma campanha publicitária onde aparecia um menino. Era a primeira vez que um garoto aparecia em um comercial de bonecas com a boneca mulher, a primeira vez que um comercial de bonecas era direcionado também para os meninos, mostrando que boneca também é um brinquedo consumido por meninos.

Desde o boom de mães solteiras, de mulheres que criam filhos sozinhas, que são chefes de família, que existe “pais” que compram bonecas para os filhos homens. Um pai heterossexual não compra uma boneca para o filho, casos assim são exceções, raras exceções daqueles pais que fazem todos os gostos dos filhos, qualquer coisa que o filho ou filha pedir ele podendo comprar, compra, podendo fazer, faz, ou seja, pessoas que não conseguem dizer não a um filho; em geral, não, isso não ocorre, um pai heterossexual não compra uma boneca para um filho e vai reagir negativamente caso o filho peça uma boneca de presente o que pode variar desde ficar deprimido a dar uma surra no garoto.

Mas, as mães, chefe de família sempre compraram e vão continuar comprando e toda pessoa inteligente sabe que o homossexual é homossexual desde a mais tenra infância, que essa história de “orientação sexual” vai cair por terra daqui há alguns anos assim como a história de “opção sexual” e o “homossexualismo” (que hoje é homossexualidade). E o do sexo masculino homossexual quando é afeminado, é algo perceptível já a partir dos 4/5 anos de idade,(a mulher homossexual masculinizada, a mesma coisa). Enfim, se existe menino que quer bonecas, meninos que brincam de bonecas e mães, avós e tias que compram era preciso ter um menino em um comercial de bonecas de preferência das bonecas da linha fashionista, a preferida dos meninos gays.

Os bonecos Ken já alguns anos possuem traços andróginos, no passado eram representações de homens másculos e viris, fortes, bronzeados, com rosto anguloso, etc… agora, quando olhamos para os bonecos Ken, vemos rapazinhos afeminados.

12657179_1188450641184754_8781900460305297336_o

AGORA NÓS PODEMOS PARAR DE FALAR DO MEU CORPO?

Agora a Barbie é brinquedo de menino, a Barbie não tem mais o corpo irreal de ampulheta, não tem mais uma beleza inatingível, a Barbie é negra, ruiva, morena e oriental, a Barbie agora é de diversas etnias; a Barbie é alta, a Barbie é baixinha e a Barbie enfim, é gordinha. Será que agora dá para pararem de falar da aparência dela?

Não, não vão parar de falar, ainda está faltando a Barbie obesa, deficiente, cadeirante, mutilada, com prótese, cega, com síndrome de down, etc, etc… a lista é infinita.

Mas uma coisa é certa, mesmo que sejam criadas todos esses tipos de Barbie que ainda faltam, a Barbie NUNCA SERÁ FEIA, sempre terá traços simétricos e harmônicos e isso SEMPRE incomodará muita gente.

E verdade seja dita, mesmo que criem Barbies com todos os biotipos humanos, as meninas e os meninos gays de todas as partes do mundo sempre desejarão a Barbie branca, loira, magra, de olhos azuis, rosto oval e nariz afilado, porque assim são as grandes Top Models (elas são mais magras que as Barbies fashionistas), as grandes estrelas do cinema (Jeniffer Lawrence tem o rosto mais bonito que o de muitas Barbies) e as estrelas da música (Kate Perry é mais branca do que a Barbie mais branca), PORQUE DESEJARÃO, COBIÇARÃO, SEGUIRÃO, IMITARÃO O REFERENCIAL HUMANO E O REFERENCIAL HUMANO É A INFLUÊNCIA MÁXIMA.

As meninas se tornam anoréxicas para terem o corpo da modelo, da atriz e da cantora que elas vêem nas revistas, na TV, no Cinema e na internet E NÃO POR CAUSA DE UMA BONECA.

A mudança começou com as bonecas, quando deveria ter começado com as pessoas.

Mas, enfim, foi uma mudança e o mais importante, foi um COMEÇO. Vamos torcer para que a mudança nas bonecas influencie um sentimento de mudança real, por sentimento e não por mercado, por dinheiro e lucros, na sociedade, nas pessoas.

PS:

Espero que as mudanças sejam estendidas ao Ken, seria legal ver um Ken gordinho, um altão, um baixinho, um Ken calvo (seria o máximo um carequinha) , um Ken grisalho (um coroa) e é claro, o mais interessante, um Ken com uma aparência bem máscula.

E também gostaria de ver as Barbies maduras, com aparência de mulheres a partir dos 45 anos e porque não, uma Barbie vovó?

Seria maravilhoso ser uma menina rica nos tempos de hoje para poder ter essas bonecas diferentes. Quando eu era criança, só tinha uma Barbie e um Ken, uma amiga da Barbie, a sua irmã Skipper e uma boneca similar a Barbie. Essas bonecas e umas três bonecas com aparência de criança de tamanhos desproporcionais, eram os únicos “atores” com aparência humana das minhas histórias, os outros personagens, apesar de serem pessoas, eram representados por bichos de borracha, de pelúcia, etc… O sujeito gordo e bonachão era um urso de pelúcia, a boneca bebê careca, com uma peruca ou lenço na cabeça, era a mulher gorducha, etc…rsrs

CAMILO SESTO

Ontem, dia 28 de Maio foi o Dia de Camilo Sesto nos Estados Unidos que foi homenageado com essa data por ser muito amado por toda a comunidade de língua hispânica desse país.

56344_origin

Camilo Sesto é um cantor romântico espanhol que fez um sucesso estrondoso na Europa e América Latina nos anos 70 e 80 sendo o maior concorrente de Julio Iglesias.

images

Além de muito bonito e dono de uma voz poderosa, Camilo interpretava quando cantava ou dublava em suas apresentações na televisão como um ator Shakesperiano. Aliás, ele foi o responsável pelo primeiro musical montado e apresentado na Espanha. Camilo tirou dinheiro do próprio bolso para realizar a montagem de Jesus Cristo Superstar em sua terra Natal e em sua língua.

Suas músicas marcaram histórias de amor de centenas de casais e consolaram muitos corações partidos.

A vida amorosa de Camilo sempre foi um mistério, muitas fofocas surgiram, mas nada com provas o suficiente. Supõe-se que ele seja gay, pois na maturidade uns trejeitos afeminados passaram a serem notados, uma vaidade exacerbada, excesso de plásticas, roupas excêntricas, etc…

Camilo Sesto

Em 2008 ele anunciou sua aposentadoria e chegou a fazer um grande concerto no Palacio de Los Congresos em  Madrid, mas desde essa época vem fazendo shows de despedida na Europa e em toda a América Latina, inclusive no ano passado esteve na Argentina – um dos países onde fez mais sucesso – fazendo um emocionante show no Luna Park em Buenos Aires.

Conheci Camilo esse ano através de uma pessoa muito especial e me apaixonei por suas músicas. Jamás, El Amor de mi Vida, Algo de Mí são algumas das mais belas.

Para conhecer melhor Camilo vocês podem acessar o seu site: http://www.camilo-sesto.com/

Também há muito material sobre ele no You Tube, desde videoclipes e apresentações em programas de Tv à shows.

Prostituta da Arte

Há uns anos atrás numa oficina de contação de histórias, a professora falou uma frase que se fixou em minha memória e que atualmente ando refletindo muito sobre ela : “Não quero ser prostituta da minha arte.”

O contexto onde foi dita essa frase, foi o seguinte: A professora estava falando sobre as críticas que ela recebia por não aceitar convites para contar histórias em alguns, lugares e situações como por exemplo, em festas infantis, que é um ambiente totalmente inapropriado para a realização dessa atividade, por motivos óbvios. Bem as críticas ocorriam baseadas na questão financeira, no dinheiro,  aquela velha história de sempre: se é para ganhar dinheiro, “vá há qualquer lugar e faça qualquer coisa” , afinal um artista ganhar dinheiro é algo difícil.

Sabe aquela velha máxima, “o artista tem que ir aonde o povo está”? Pois então, isso só vale quando tem dinheiro na jogada. Vai ter dinheiro? Vá a qualquer lugar e faça qualquer coisa que for preciso fazer ou que consiga fazer. Não tem dinheiro? Não vá e pronto acabou.

Fazer uma coisa que não tem nada a ver com você, que não acrescenta nada para ninguém, algo sem utilidade e sem razão de ser, algo para mero entretenimento de outros, somente pelo dinheiro…para quem é artista de verdade, é triste, muito triste…

Se você que está lendo isso é uma pessoa prática e objetiva, uma pessoa boa em cálculos ou que já viveu situações de miséria, tudo o que estou falando aqui é um monte de abobrinhas, nem perca seu tempo em continuar lendo.

Agora se você é alguém com algum pingo de sensibilidade, continue, talvez você consiga compreender a coisa toda.

APTIDÃO NATURAL

Imagine que você é uma pessoa com uma aparência atraente, que gosta de sexo e não tem nenhum trauma, complexo e mania ou orientação, opção diferente, enfim, você não tem nenhum problema sexual, leva uma vida sexual normal e satisfatória. Você faz sexo com pessoas com quem você está apaixonado, pessoas com quem você e tem algum tipo de relacionamento ou simplesmente pessoas por quem sinta uma forte atração física e a coisa seja recíproca. Bem, um belo dia alguém sugere que você passe a fazer sexo por dinheiro, que transforme isso em profissão e os principais motivos que levam a pessoa a fazer essa sugestão são: Você ser bom de cama e ser pobre, ou seja, precisar de dinheiro.  E então várias pessoas começam a sugerir o mesmo e o número delas cada vez aumenta mais e então surge aqueles que já se vendem e mostram que dá mesmo para ganhar dinheiro e a coisa vai piorando, o que era apenas uma sugestão começa a virar uma cobrança constante e aí surgem mais pessoas concordando e cobrando e então começa a pressão, que vai ficando cada vez mais forte até um limite quase insuportável.

Somente porque você é gosta, é bom no que faz e é pobre, você tem que deixar os sentimentos, o seu direito de escolha e os seus princípios e SE VENDER. Você deve fazer algo que você gosta , que você faz por amor e com carinho por dinheiro, só porque você deu o azar de nascer pobre e no meio da miséria e de pobres de espírito.

Em resumo, nasceu com aptidão natural e tá na merda, se venda!

Se imaginou na situação? Pois é isso que muitos de nós artistas vivemos todos os dias.

TEMPO ANTIGO

Isso não é algo novo, desde a antiguidade artistas passam por isso, mas quando atividades artísticas se tornaram profissões regulamentadas a coisa piorou e depois do surgimento do show business, onde “arte” se tornou um negócio, a coisa toda se tornou o inferno que é hoje.

Existem muitas histórias de pintores, escultores e até alguns músicos, cujas obras de arte só foram valorizadas após a morte dos artistas. É comum as pessoas se surpreenderem ao saberem que um quadro que hoje é vale milhões foi pintado por um sujeito que viveu e morreu na miséria, mas o que pouca gente sabe é que talvez o artista não quisesse vender o seu quadro, por valor nenhum, que o artista não pintava ou esculpia pra ganhar a vida, porque não sabia, não servia ou não queria fazer outra coisa da vida.

Obra de arte ser feita como um produto para ser vendido, de certa forma sempre existiu, mas as grandes obras primas, a maioria delas, não foi feita apenas pelo dinheiro que mataria a fome ou compraria bens, elas não foram feitas como um “trabalho”.

No tempo antigo a palavra “trabalho” não era associada a palavra ARTE e muito menos era sinônimo. Artistas não eram considerados “trabalhadores” e nem queriam esse título – alguns inclusive o abominavam – artista era uma outra categoria de gente, uma categoria à parte, diferente da nobreza, dos religiosos e da plebe trabalhadora e admirados e exaltados justamente por causa disso. Se nascesse pobre tinha que encontrar um mecenas, e é claro que como naquela época só eram reconhecidos os artistas genuínos, os realmente dotados de talento e persistência sempre encontravam algum, seja na nobreza, no clero ou nos tempos mais modernos na burguesia.

Hoje, por causa da mercantilização, da arte ter se tornado um negócio, de ter se tornado uma atividade qualquer, que qualquer um pode aprender numa escola, as grandes obras de arte, as obras primas, desapareceram, só existem as do passado, nos museus. Até existem artistas genuínos, mas estes são logo prostituídos e se tornam infelizes viciados ou deprimidos.

PESO NA CONSCIÊNCIA

Imagine ir para a cama com pessoas por quem você sente nojo apenas pelo dinheiro e pela pressão de pessoas martelando na sua cabeça que era o melhor a ser feito… É assim que se sente um artista pobre todas as vezes que tem que fazer algo que não tem nada a ver com o seu perfil ou mal feita, para um público que se contentaria ou ignoraria com qualquer coisa que lhe oferecessem.

Muitas vezes os artistas jogam pérolas aos porcos, outras se atiram na jaula dos leões. Com o tempo não busca mais pérolas e passa a produzir uma boa e substanciosa lavagem e aprende a manejar o chicote e quando se joga aos leões, fazem as feras pularem arco de fogo e até entrarem na água…vai aprendendo a sobreviver no mundo cão, mas vai perdendo a sua essência de artista e aí vem o peso na consciência.

O artista vê os ignorantes aplaudirem e parabenizarem as merdas que ele faz, se deliciarem e se lambuzarem com a lavagem, com as chicotadas… vem o dinheiro, sempre pouco perto de todo o sacrifício e esforço feito, porque quanto mais merda for, quanto mais fácil for de fazer, menos arte e assim, mais stress, mais esforço e sacrifício da mente, da alma… o dinheiro maldito que não rende, que não traz felicidade, pois com a consciência pesada, tudo o que você compra não traz felicidade; a comida não alimenta porque o eu está faminto e sedento de paz; o corpo não se alimenta porque não se recupera no sono, porque a mente não relaxa para sonhar, a consciência pesa demais, as coisas materiais não satisfazem porque não podem preencher o vazio, os relacionamentos não criam raízes porque a terra do coração está árida…

 

A IGNORÂNCIA É UMA VIRTUDE

Isso já virou tema de filme, inclusive do último vencedor do Oscar, Birdman.

Muita gente não entendeu o filme e é aí que a gente vê o significado do outro título do filme “A inesperada Virtude da ignorância”.

Como são felizes os ignorantes! Como é ruim ter consciência dos fatos!

As pessoas que possuem consciência se dividir em dois grupos: aqueles extremamente sonhadores que acreditam em tudo o que não existem e confiam em tudo o que não é de confiança, que se acham o máximo, mas acreditam que são um poço de humildade – e isso é justamente o que indica que não são humildes, pois quem realmente o é, não acha que é e muito menos diria que é – mas que possuem uma vozinha interior que fala toda a verdade para eles, que martelam todos os dias dizendo: “você está errado” , “isso é besteira”, “você não vai conseguir”,”como você pôde ser tão falso?”, “não minta tanto!”, “você nunca vai ser tão bom quanto ele/ela”, “você vai se arrepender de ter feito isso”, “Deus ou o seu santo não vai poder te ajudar nessa, o que você fez é errado”, etc…

E aqueles realistas que só acreditam no que vêem, que necessitam de provas para acreditar e confiar, que analisam, que refletem, que acham que nunca são bons o suficiente em nada, que sempre há muito o que fazer e o que melhorar e que possuem uma vozinha interior imbecil que diz: “Vai lá, você consegue!”, “Se valoriza!” , “Essa pessoa não vale tudo isso.”, “você errou tudo bem, esqueça e comece de novo”, “tente outra vez!”, “você fez o melhor que poderia fazer”, “Não pense tão negativo!” etc…

Ignorar a realidade é uma benção, a ignorância é uma virtude. A pessoa que ignora a realidade e a verdade e quer continuar ignorando é uma pessoa virtuosa e será sempre feliz. Vilões sempre dão gargalhadas e retardados sorriem o tempo todo…são arquétipos universais.

Se o artista for abençoado com a virtude da ignorância, será feliz se prostituindo da mesma forma que prostitutas que se vendem nas calçadas sentem orgulho de sua “profissão”, se não for um virtuoso a consciência vai pesar muito com a prostituição.

Em Birdman, após se prostituir muito , o artista decide fazer arte de verdade, sendo o seu próprio mecenas, mas o resultado, o que sobrou , as consequências dos anos de prostituição são pedras enormes no caminho, os porcos cobram a lavagem e os leões querem levar chicotadas e para piorar tudo ele tem uma parte de sua consciência totalmente prostituída, uma puta genuína que o atormenta o tempo todo… só há uma solução: deixar de ser artista… Ser ou não ser; eis a questão. Há como deixar de ser aquilo que se é? Isso não significaria morrer?

SER OU NÃO SER PROSTITUTA da própria arte?

Eis a questão, a dúvida cruel… os prognósticos por parte daqueles que fazem pressão é sempre o pior possível:

“Vai passar fome”, “uma hora a água vai bater na bunda”, “isso é orgulho e na hora que a barriga roncar virá de quatro pedindo Pelo Amor de Deus”, “Um dia vai topar fazer qualquer coisa” , “Quando a beleza e a juventude acabar vai se ferrar feio”,etc, etc…

Existem aqueles que dizem “Siga o seu coração!”

Se um artista é alguém sensível, “seguir seu coração” parece ser o que mais “combina” com a sua maneira de ser e sendo assim o mais coerente a ser feito.

 

 

 

 

 

Mariah Carey: a última Diva

mariah_carey_jazz_blues_2015_jamaica

 

Hoje, 27 de Março é aniversário da minha cantora predileta, a Mariah Carey.

Ela surgiu nos anos 90 a década das grandes divas da música pop que reinaram até o início dos anos 2000.

A era das mais belas baladas românticas e hinos de superação, as músicas eram o misto mais harmonioso entre o hino religioso (gospel) e as canções de amor com o máximo da tecnologia de edição, mixagem e engenharia de áudio, unindo o eletrônico com o acústico.

Withney Houston, Celine Dion…até mesmo Madonna lançou várias baladas românticas na época para também estar no Olimpo das Divas, não satisfeita em já ostentar o posto e a coroa de Rainha da Música Pop.

Christina Aguilera e Lara Fabian fizeram bonito e chegaram a tocar no Olimpo e Shania Twain deu um toque caipira.

Mariah e Withney foram as principais deusas desse Olimpo, o estilo delas é imitado até pela maioria das cantoras da música pop até hoje.

Por falar em hoje…a era das Divas acabou…e o negócio é ser sempre uma mistura de Diva + show woman, ou seja, Mariah/Withney na voz e Madonna no palco e no videoclip. Hoje temos uma que é uma verdadeira mutação genética das três, a Beyoncé.

Infelizmente Mariah, cedeu a pressão do mercado e deixou de ser Diva para também ser essa criatura híbrida, mutante que o pop comercializa. Se associou com rappers, fez músicas mais populares e adotou uma imagem exageradamente sensual.

A moça extremamente magra e elegante, sem lábios, de cabelos cacheados e rosto fino se transformou na mulher exuberante, de seios grandes, lábios carnudos, cabelo liso e loiro e rosto redondo.

Eu confesso que no começo achei a transformação física dela o máximo! Eu queria tanto ser magra, sem seios e de rosto fino como a minha estrela e de repente o meu ídolo decide ficar peituda, beiçuda e bochechuda como eu!

Mas a sensualidade foi ficando cada vez mais apelativa e apesar das músicas de divulgação dos álbuns terem um padrão de excelência técnico muito superiores, eram pobres de conteúdo. Em consideração aos seus fãs fiéis, os álbuns da nova fase sempre continham também algumas belas canções românticas.

Para mim e para muitos outros que a admiram, parece que ela seguiu o caminho errado até mesmo em sua vida amorosa. Tommy Mottola seu primeiro marido, foi pintado para nós, por Michael Jackson e por ela como um monstro controlador e até violento, mas enquanto eles estiveram sob o jugo desse possível algoz, suas carreiras foram brilhantes. Tommy até podia ser muito severo, mas gostava muito dela, ele fez com acontecer com ela o que acontece com o trigo “sai da lama para a mesa”. Em todas as situações só me pareceu a superproteção do “criador” um homem mais velho apaixonado pela sua jovem “criatura”.

Curioso é que Tommy é um excelente marido para a cantora Thalia. A mexicana que exibia uma imagem sensual e apelativa que chegava a ser cafona e beirava o ridículo, hoje é quase um exemplo de elegância e Mariah é que está beirando  o ridículo e cafona da sensualidade apelativa.Desculpem lambs, pelo o que vou dizer agora , mas os filhos de Mariah não são bonitos e os filhos de Thalia são lindos! Ela deveria ter continuado com Tommy não só pela carreira e pelo patrimônio como também pela descendência. E para piorar o casamento com o interesseiro Nick Canon não durou muito, mesmo com todos os esforços por parte dela, enquanto Tommy com Thalia seguem felizes.

O estado emocional de Mariah foi abalado,a oscilação no peso e as faltas em ensaios e atrasos em shows foram o reflexo disso. A coisa foi degringolando até isolarem o áudio dela no show de natal e jogarem na rede, quando o mundo todo viu que a rainha da voz está desafinando e então o destino foi parar no reino distante do deserto, o reino iluminado para onde se refugiam as estrelas para ganhar dinheiro em tempos difíceis, o reino encantado da lavagem de dinheiro onde os criminosos são os reis, o reino da jogatina, drogas e prostituição: Las Vegas.

Era para ser o fim, mas eis que surge uma esperança, sua volta para a Sony Music. Ela voltou, vai lançar uma reedição do #1s com algumas músicas de bônus.

Agora só nos resta esperar que ela reassuma o seu posto de Diva e como as outras desapareceram e Withney morreu, ela é agora A ÚLTIMA DIVA.

 

Babilônia e Homofobia

O mais novo polêmico beijo homossexual
O mais novo polêmico beijo homossexual

Algumas pessoas nos mais diversos momentos e situações que você que está lendo isso possa imaginar, me fizeram as seguintes perguntas: “você já sentiu desejo por alguma mulher?” , “você já beijou uma mulher?” e eu confesso que fiquei ofendida e em algumas situações eu perguntei : “Por que você não pergunta de uma vez; ‘Você é sapatão’?”

Mas é claro que o sujeito que em sua fantasia sexual me imaginou trepando com outra mulher e tinha a esperança que a sua fantasia fosse real e que talvez houvesse alguma possibilidade de trepar comigo e com uma outra garota juntas; que as lésbicas que se sentiram atraídas por mim e tiveram a esperança de que eu seria uma delas enrustida, ou os punheteiros que acham que qualquer mulher que não viva com as unhas pintadas é lésbica, ou seja, o tipo de gente que me fez essa pergunta, jamais teriam a coragem de serem simplesmente SINCEROS e perguntarem de uma vez se eu era ou não lésbica.

É claro que além de responder, e antes de dizer que ficara ofendida com a pergunta, eu perguntei também o porquê desta e em todas as vezes eu ouvi o mesmo argumento: “É que você é atriz, faz teatro, e todo mundo sabe que no teatro tem muita gente assim (homossexual), então eu pensei que você poderia ser também.”

Agora você deve estar se perguntando, o que isso tem a ver com a polêmica do beijo das personagens lésbicas – que eu nem sei o nome – interpretadas pelas divas Fernanda Montenegro e Natália Timberg na novela Babilônia. O que tem a ver? TUDO.

TODO MUNDO sabe que no meio artístico, existem MUITOS homossexuais. TODO MUNDO ACHA QUE a maioria dos bailarinos, dançarinos e atores são homossexuais. Então fica as  seguintes perguntas para a reflexão:

NÃO ACHA INJUSTO QUE O ATORES SOMENTE AGORA POSSAM REPRESENTAR PAPÉIS QUE MOSTRAM A REALIDADE DELES?

NÃO ACHAM INJUSTO QUE O ATORES PASSEM A CARREIRA INTEIRA TENDO QUE FAZER PAPÉIS DE HETEROSSEXUAIS, BEIJANDO GENTE DO SEXO OPOSTO?

NÃO ACHAM ESTRANHO QUE  NENHUM ATOR DA GLOBO NUNCA TENHA SE ASSUMIDO GAY NO ARQUIVO CONFIDENCIAL DO FAUSTÃO?

Todo mundo sabe que Miguel Falabella, Diogo Vilela, Lúcia Veríssimo e muitos outros são gays, mas quantos deles assumiram isso publicamente? Por que eles não podem se assumir no negócio deles?

Quem está escandalizado com o beijo na novela deve pensar sobre isso e entender que é justo QUE NO NEGÓCIO ONDE ELES SÃO A MAIORIA – como vocês acham – ELES TEM O DIREITO DE MOSTRAREM AS SUAS HISTÓRIAS.

E eu aconselho a vocês que estão revoltados e são terminantemente contra romances homossexuais e cenas românticas de personagens homossexuais em novelas, a se conformarem pelos seguintes motivos:

1 -HOMOSSEXUAIS CONSOMEM 2 VEZES MAIS DO QUE NÓS HETEROSSEXUAIS. Não entendeu? Homossexuais compram mais! Eles compram mais roupas, sapatos, produtos de beleza, remédios, vão mais a baladas, viajam mais, etc, etc…

2 -GAYS AMAM E SEMPRE AMARAM NOVELAS = As novelas sempre tiveram um grande público gay, desde que existe novela existem gays “noveleiros”. Agora que a televisão aberta como um todo está em crise por causa da TV por assinatura e da internet, ela tem que fazer o máximo possível para cativar cada vez mais o seu público e os gays são a bola da vez. Novela é comércio, televisão é comércio, existe para vender produtos e só existe por causa da publicidade de venda de produtos, seria absurdo , principalmente num momento de crise, não produzir programas para agradar o público que mais compra, que mais consome (2 vezes mais, lembra?).

FAMÍLIA MODERNA

Nos tempos atuais, o casamento é um consórcio onde um homem e uma mulher ajudam um ao outro financeiramente a pagar as contas e comprar bens de consumo e família se resumiu a um casal com dinheiro o suficiente sustentar uma ou mais crianças. Ambos são instituições falidas e a essa falência começou a acontecer quando os homens foram para a segunda guerra e as mulheres começaram a trabalhar ou seja, quando dinheiro e poder se tornaram mais importante que o amor.

Mas os homossexuais não sabem disso, porque eles nunca puderam ter fundar as duas coisas, mas agora eles podem e consumindo 2 vezes mais, eles podem até se alvorar a dizer que vão fazer as duas instituições darem certo e serem mais bem sucedidos do que nós, a prova disso são aquelas famosas fotos na internet que mostram sempre um casal de gays brancos com uma criança negra seguido da legenda “Dois iguais amam/cuidam/criam aquele que dois diferentes abandonam” …como se todos nós heterossexuais fossemos alcoólatras ou viciados em drogas aidéticos que morrem deixando seus filhos órfãos ou os abandonam por causa da miséria e do vício. Assim sendo, conformem-se com casamento, adoção, família alternativa, etc e tudo o mais que aparecer.

Se família se resumiu a duas pessoas com dinheiro que podem sustentar uma criança ou mais e casamento duas pessoas que moram juntas e se ajudam financeiramente, ELES PODEM E TEM O DIREITO DE CASAREM E CONSTITUÍREM FAMÍLIA.

Agora toda aquela história de amor, de benção de Deus, etc…esqueça ou guarde no seu coração, como ninguém vai conseguir provar que Deus existe, como ele só existe mesmo em nossos corações, assim como matam e fazem as maiores atrocidades em nome dele e inventam que tudo quanto é coisa é por vontade dele, quem é que vai conseguir provar que ele também não aprova, está de acordo com tudo isso que está acontecendo agora?

E outra, caso você seja contra adoção – eu também já fui – você adotaria uma criança filha de uma viciada em crack? Uma criança com aids, filha de uma viciada em drogas? Uma criança filha de pais violentos cheia de traumas, manias e a herança genética familiar mais suja de vícios e doenças que você possa imaginar? Você adotaria uma criança assim? Se a sua resposta é não, deixe pra eles, deixe que eles continuem usando o slogan “Dois iguais amam o que dois diferentes abandonam”, deixe eles amando e criando essas crianças e crie seus próprios filhos ou outras crianças que merecem uma família como a sua.

OS NOSSOS FILHOS

Eu compreendo perfeitamente que talvez você que está lendo isso esteja tremendamente preocupado que as crianças e os adolescentes simpatizem com os personagens gays das novelas e decidam imitá-los. Bem, sinto informá-los que isso já acontece, só que não com os atores de novela e sim com a influência da internet, os ídolos da música, histórias em quadrinhos e principalmente pelos colegas de escola e amigos.

Se você já andou observando os adolescentes nas ruas e teve a impressão de que parece que hoje em dia existem mais jovens gays do que no seu tempo, não caia na conversa fiada de que isso se deve ao aumento da população ou porque hoje eles se assumem na maneira de se vestir e se comportar coisa que não acontecia em épocas passadas, HOJE EM DIA TEM MAIS MESMO, assim como tem mais crianças deficientes vítimas das tentativas de aborto fracassadas e do excesso de drogas e álcool pelas mulheres da geração da plena liberdade sexual.

Entenda o seguinte, mesmo não vendo as novelas, o seu filho vai topar com um primo, um amigo, um coleguinha de escola, um coleguinha da igreja, um professor pedófilo, um instrutor de esportes pedófilo, um tio pedófilo, um vizinho pedófilo, um catequista/evangelista pedófilo, um padre pedófilo, um pastor evangélico pedófilo, um dentista, um médico e até o mais difícil de acontecer: um estranho pedófilo na internet ou pessoalmente a caminho da escola (acredite, isso é o mais difícil, a maioria deles são pessoas próximas e de nossa extrema confiança). Se o seu filho NÃO tiver a tendência para ser (chame isso como quiser: herança genética,sanidade mental, equilíbrio emocional, família estruturada, boa educação dos pais, etc) ele NÃO SERÁ, ele vai se sentir ofendido com as perguntinhas capciosas que citei no início e não irá ter nenhuma “curiosidade”.

Você pode estar se perguntando agora: E agora? Como proteger o meu filho ou como saber se ele tem a tal “tendência” para ser? Bom primeiramente você precisa dar nomes aos bois e entender exatamente o que é cada coisa:

HETEROSSEXUAL = indivíduo do gênero feminino ou masculino que SOMENTE sente desejo, atração sexual por pessoa do sexo oposto. Que só se apaixona e ama pessoas do sexo oposto. É INCAPAZ de sentir desejo ou atração sexual com pessoa do mesmo sexo e a simples ideia disso já lhe causa aversão. Só mantêm relações sexuais com pessoas do mesmo sexo quando é obrigada (estupro, tortura ou ameaça de morte) , quando o vício em drogas ou miséria extrema a leva a se prostituir e desenvolve algum transtorno ou distúrbio e torna-se maníaco (viciado) sexual pode invariavelmente manter relações sexuais com mais de uma pessoa e isso é claro leva a ter relação com pessoa do mesmo sexo, assim como com crianças e animais.

GAY = homossexual, homem que sente atração faz e gosta de fazer sexo com homens e que se apaixona, ama apenas homens. Eles podem ser afeminados ou extremamente másculos. São sociáveis e sempre participam de qualquer atividade ou trabalho que exija interação de grupo e equipe em especial as que concentram pessoas do mesmo sexo juntas, ou seja forças armadas e esportes são os paraísos, se realizam mais nas áreas artísticas, de educação, recursos humanos, serviços sociais, etc, mas estão presentes em todas as áreas e podem ser extremamente competentes. GRANDE PARTE DELES costumam fazer sexo, namorar e casar com mulheres, por dois motivos: medo de se assumir publicamente e dificuldade de encontrar o parceiro ideal, porque costumam idealizar muito um parceiro. Podem desenvolver qualquer espécie de transtorno ou distúrbio que o torne maníaco sexual, assim como os heterossexuais.

LÉSBICA = Mulher que sente atração, faz e gosta de fazer sexo com outras mulheres e se apaixona e ama mulheres. A maioria absoluta delas são extremamente femininas e usam e abusam de todos os arsenais de vaidade feminina: cabelo, maquiagem, roupas e sapatos, etc…tudo muito feminino porque isso atrai mais mulheres. Estão sempre cercadas de muitas amigas e sempre tem uma bendita amiga do coração, uma grande amiga. A MAIORIA DELAS costumam namorar e se casar com homens por 4 motivos básicos: Situação financeira (homens ganham mais que mulheres, casar com um homem pode sempre ser um bom negócio);para ter filhos, por medo de se assumir publicamente e pela dificuldade de encontrar a parceira ideal (assumida, corajosa e emancipada) A minoria delas são masculinizadas, gostam de se vestir como homens e ter atitudes masculinas.

BISSEXUAL = Nem a ciência sabe se realmente existe, o mais provável é que seja: o homossexual que mantém com frequência relacionamentos com heterossexuais. Geralmente são homossexuais que não tem coragem de admitir, de se assumir e como a sociedade aceita melhor a ideia de que a pessoa goste das “duas coisas”, a pessoa diz que é bissexual e pronto: como mágica a família acha que ele é metade “normal”. Boa parte deles juram que são heterossexuais, outra boa parte acham que são mais uma coisa do que outra e geralmente dizem que a parte dominante seria a da heterossexualidade. Quando a sociedade aceitar completamente a homossexualidade, eles irão praticamente se extinguir. Se você quiser acreditar que existe… BISSEXUAL= pessoa que sente desejo sexual e faz sexo com homens e mulheres

TRANSEXUAL (também chamado Transgênero) = homossexual que decide modificar o corpo para ficar o mais próximo possível do gênero com que gostaria de ter nascido. A maioria deles ainda são os homossexuais do sexo masculino. Uma vida com muito sexo e sendo cobiçada por todas e além de tudo com um bando de otários dando dinheiro para transar com a pessoa ainda com a possibilidade – mesmo que remota – de um dia surgir um tarado rico que vai levar a pessoa para morar com ele e lhe dar uma vida de luxo sem precisar trabalhar é o que leva há séculos mulheres a se tornarem prostitutas, é por isso que a maioria dos transexuais do sexo masculino se prostituem nas ruas. A ideia de que a prostituta é uma “mulher poderosa” faz parte do inconsciente coletivo desde os primórdios. Alguns tentam ser modelo, “diva” da música, atriz, e outros tipos de “estrelas”, mas a maioria termina se prostituindo nas ruas e/ou fazendo shows em boates. Alguns conseguem trabalhar na área de beleza e alguns poucos tiveram muito êxito como artistas (suspeita-se que Marlene Dietrich era um). A minoria são homossexuais do sexo feminino, talvez quando houver igualdade salarial entre homens e mulheres surjam mais delas, ou melhor, deles. Assim como heterossexuais e gays pode se tornar maníacas sexuais.

PEDÓFILO = Homem ou mulher que tem relações sexuais com adolescentes e principalmente crianças. A maioria absoluta deles é homem e desses grande parte abusa somente de meninos, ou seja, a gente já sabe o que é(não vou escrever pra não ser crucificada como homofóbica).  A realidade é realmente muito dolorosa.

Ninguém deixa de ser nenhuma das “coisas” acima e nem muda de uma para a outra, a pessoa se descobre na infância e dependendo da coragem e da personalidade, se assume ou passa a vida enrustido. Se se trata de opção ou orientação ou qualquer outro termo que ainda vão inventar – e você pode ter certeza ainda inventarão muitos – não importa, se o seu filho não for heterossexual e sim uma das outras, conforme-se não há jeito a dar.

PARA OS RELIGIOSOS

Para você que é religioso e tem muita fé, eu que respeito muito isso digo o seguinte: Se surgir daqui a alguns anos uma pandemia de uma doença provocada por vírus e transmitida principalmente por via sexual que matar dizimar 80% da população mundial, nós concordamos que Deus não gostou dos rumos que as coisas tomaram, se 80% ficarem como os leprosos dos tempos bíblicos, mais vivos, é porque ELE ainda não gostou mas ainda estará dando uma chance, agora se nada disso acontecer é porque ele está de acordo, combinado? Pense que estamos na torre de Babel, se Deus destruir como na bíblia, é porque a coisa tá muito errada e tem que acabar, se não destruir é porque é da vontade DELE que tudo seja assim. De qualquer forma, siga com a sua fé e tolere, respeite, tente conviver.

A MARAVILHA DO MUNDO MODERNO

Um mundo onde todo mundo vai aceitar as diferenças, onde todos viverão em paz e harmonia e essa ideia estupida de IGUALDADE, irá desaparecer, pois é ela que gera a discórdia,o preconceito, a discriminação, a intolerância e a segregação. NÓS NÃO SOMOS TODOS IGUAIS E JAMAIS SEREMOS, a busca pela igualdade só gerou separatismo e segregação. VAMOS ACEITAR AS DIFERENÇAS e continuar sobrevivendo. Você pode sonhar com esse mundo perfeito e pode até lutar por ele à sua maneira, mas deve ter em mente que essa seria uma maravilha igual aos Jardins Suspensos da Babilônia que pode nunca ter existido.

Mary Moury em: Muito Mais Quente Melhor!

Vejam as aventuras de Mary Moury no Ubatuba Palace Hotel no You Tube!

Mary foi trabalhar no hotel do trambiqueiro libanês Buzanfede e termina sendo convencida por ele a participar de suas trapaças para tirar dinheiro do Philaderpho Caipira e seus amigos Berto Lino e Pedro Branco.

Confiram os melhores momentos da participação especial da loira no Programa Tempero Caipira da TV Band Vale no vídeo Muito Mais Quente Melhor!

PS : Programa Tempero Caipira – Direção de Zeca Portella, todos os domingos as 8:30hs da manhã na Tv BandVale.