Feliz Dia da Mulher! 8 MARÇO DE 2017

Um Feliz dia da mulher para…
1 AS “Belas, Recatadas e do Lar” que suportam as críticas e as pedradas jogadas por aquelas que invejam a vida de vocês;
2 As feministas comunistas/socialistas, que mesmo sendo tão agressivas quanto os homens e chamando de machista e se enfurecendo com qualquer uma que não concorde 100% com o que dizem, tem realmente uma boa intenção.
3 As avós que criam os filhos das “mães solteiras” , desquitadas, separadas , depreciadas, desprezadas, etc…que costumam bater no peito com orgulho dizendo “crio meu filho sozinha” ou “sou pai e mãe” , omitindo a ajuda das senhoras. Elas são as mais lembradas, parabenizadas e festejadas nesse dia e no dia das mães e isso é lindo mas, ninguém lembra de quem as ajudou… Mesmo que as filhas mal agradecidas e também as netas que repetirão o mesmo que fazem/fizeram as mães não reconheçam o esforço das senhoras, acreditem, vocês são GRANDES MULHERES.
4 As mães de homossexuais, bissexuais, transgêneros, etc… e também deficientes físicos e/ou mental. Vocês são heroínas, são as mães daqueles que nenhuma mulher gostaria de ter como filhos, que ninguém gostaria de ter colocado no mundo ou vir a colocar. A luta de vocês é árdua e todos reconhecem, mas ninguém pode aliviar. Vocês tem que fazer o trabalho mais difícil para uma mãe: criar filhos para um mundo que não os quer.
5 As mães dos viciados em drogas que não mimam e nem passam a mão na cabeça, que tratam com o rigor necessário. O mundo de gente hipócrita as condena quando as senhoras internam os filhos, amarram, espancam ou expulsam de casa…condenam por não aceitarem ver um filho se matando e prejudicando os outros ao seu redor. Siga firme, jamais se culpe pelo filho ser assim porque VOCÊ SABE QUE isso foi escolha dele e não bobagens como “predisposição a dependência química” , “sociedade injusta” , “mal educação dos pais” , “carma de vidas passadas” , “encosto” , “macumba” , “possessão por exu caveira” , “influência de Satanás”..uma infinidade de bobagens. Continue firme! Se seu filho um dia conseguir se livrar do vício, você sentirá que a sua guerra foi vencida…mas se caso isso não ocorrer saiba que cumpriu o seu papel de mãe.
5 As PUTAS , aquelas que não tem “mimimi” de serem chamadas assim ou de “periguete” , “piranha” , etc…As que gostam de ostentar sua beleza no dia a dia com roupas sexy, nas redes sociais com fotos sensuais. Aquelas que não se importam com os homens “assediando” na rua e em todos os lugares. Aquelas que usam sua beleza e simpatia para a sua sobrevivência ou para melhorar de vida. Vocês são rotuladas com nomes ridículos como “Maria chuteira” e outros, dependendo do campo de ação. Às mulheres às invejam, os homens as desejam e os gays as imitam e copiam às vezes em cópias bem fiéis…enfim vocês sabem que infelizmente nunca terão uma amiga ou amigo gay realmente fiel em quem possa confiar, mas mesmo assim seguem de cabeça erguida. Mesmo de um jeito pouco ortodoxo vocês, quando resolvem ser mãe, sempre fazem por onde dar um futuro melhor para os filhos.
6 e finalmente à Vocês, mulheres inteligentes! Vocês que sabem que mulher não conquistou porra nenhuma, os homens decidiram obrigar a gente a trabalhar fora de casa quando mandaram os peões para a guerra, depois “eles” decidiram que nós deveríamos começar a votar porque era claro que seríamos a maioria da população e a população mais produtiva. Você que sabe que somos nós quem criamos os homens machistas e também todos os outros tipos pois somos nós que educamos desde o berço até a escola e a mão que balança o berço é a mão que rege o mundo. Vocês sabem que se não fosse uma mulher lá no tempo das cavernas se cansar de caçar e criar os filhotes sozinha, sendo vítima de machos que a violavam e matavam seus filhotes ter usado a inteligência e ter proposto a um macho alfa um consórcio onde ela serviria a ele a companhia, fidelidade absoluta (copular apenas com ele), continuação da sua vida pela descendência, em troca de proteção e de que ele fizesse o “serviço pesado externo” , (tendo que fazer desenhos na parede da caverna para que ele entendesse) e tivesse conseguido o milagre de convencer o animal bruto de que era um excelente negócio (e tudo isso pensando no bem estar futuro dos seus filhotes) foi o que deu origem à uma coisa chamada “família” que foi o que deu origem a “sociedade” e até hoje segue sendo a sua base. Nós inventamos o machismo, as guerras, a prostituição, a penitência e também as ciências, a caridade, o amor e o perdão. O homem saiu e ainda sai do ventre de uma mulher e também é criado, educado pela mulher. A gente o molda da maneira que quisermos, infelizmente a maioria não é inteligente e molda mal.
Enfim, vocês sabem que tudo começou, continua e vai continuar por nós e pela nossa regência. E tudo o que fazemos de bom, é feito para garantir uma vida melhor para os nossos filhos e netos como tudo o que faz todos os tipos de mulheres citadas aqui. Vamos nos aceitar e respeitar umas às outras mesmo com nossas diferenças.
O mundo é nosso a gente não sentou no trono ainda porque queremos deixar os nossos FILHOS, OS HOMENS serem humanos, no momento que vermos que não vão mesmo deixar de serem animais a gente senta e assume de uma vez. Enquanto isso a gente vai escolhendo a roupa e a maquiagem para esse momento especial rsrsrs…

AMOR DE MÃE

 “Você nunca deve ter filhos, porque vai ficar com o corpo horrível, todo cheio de estrias, vai ficar tão feio que o seu marido não vai aguentar nem olhar pra você e você vai morrer de desgosto.”

Foi o que disse a minha mãe ao ver as minhas primeiras estrias nos quadris, quando eu tinha uns doze ou treze anos. Passei anos da minha vida magoada com a minha mãe por ela ter me dito isso, achava que havia sido uma tremenda maldade da parte dela, agora, depois de ver essa foto penso que ela pode não ter sido maldosa e ter dito isso para o meu bem (toda mãe só quer o melhor para o seu filho),o que ela disse pode ter sido nada mais nada menos que um bom conselho, manifestação típica do “amor de mãe”.

FB_IMG_1439516098855

Durante toda a minha adolescência eu usei a mistura de Hipoglós com óleo de Amêndoas, receita que a Adriane Galisteu disse ser o segredo dela para ter uma pele lisa, sem nenhuma listra em uma entrevista para uma revista feminina,na época. Mas, infelizmente, quando se tem tendência a ter essas marcas horrendas a única coisa que se pode fazer para evitá-las é não aumentar (e nem diminuir) as medidas do corpo, seja por aumento de peso ou inchaço.

LISTRAS NA REDE

Ultimamente vem crescendo uma onda de “exibição de estrias” na internet. Tudo começou com uma das Angel’s da Victoria Secret’s que postou no Instagram uma foto de suas coxas com estrias de crescimento (aquelas que são comuns em pessoas muito altas que cresceram muito rápido na pré-adolescência) e agora a pouco tempo uma marca de lingerie lançou uma campanha de calcinhas com fotos de uma modelo com o bumbum cheio de estrias. Esse tipo de coisa até faz a gente se sentir um tanto “normal” e até se aceitar mais, mas há também uma outra onda rolando na internet, que é a de mulheres que mostram como o corpo ficou depois da gravidez e essas se dividem em dois grupos: as musas fitness e modelos que exibem corpos perfeitos que voltaram a perfeição anterior em quinze dias depois do parto e as que tentam fazer uma oposição a esse primeiro grupo mostrando corpos que ficaram feios depois da gravidez. O primeiro grupo desperta a inveja em todas e o segundo grupo faz com que qualquer uma vaidosa fique com medo da gravidez, mesmo que seja apenas um pouco.

Estima-se que muitos dos casos de depressão pós-parto são desencadeados pela reação negativa das mulheres ao estado de sua forma física depois da gravidez.

VAIDADE X GRAVIDEZ

A foto acima me faz refletir que para encarar uma gravidez é preciso deixar a vaidade em último plano, o que é um grande desafio.

Amor de mãe é maior do que tudo e supera tudo (é o que dizem), assim, sendo nesse duelo Vaidade X Gravidez, a vontade de ser mãe vence e depois do nascimento do bebê, o amor pelo filho pode ofuscar a vaidade. Ser mãe é coisa para mulheres de coragem, mulheres fortes.